0

O ano que passou trouxe uma mudança muito grande nos hábitos de cada um de nós. Por conta da comoção provocada pela pandemia do novo coronavírus, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os casos de transtornos mentais e psicológicos aumentaram consideravelmente, por conta do isolamento social. E se não houver os cuidados necessários, a tendência é que esses números aumentem ainda mais em 2021. Como todo início de ano traz novas metas de vida, entre elas sempre está incluída cuidar mais e melhor da saúde e do corpo. E neste novo ano essa será uma das mais importantes metas para cumprirmos.

Não somente porque a atividade física é uma aliada da saúde mental, mas também por conta do aumento significativo dos índices de pessoas sedentárias e com grau de obesidade elevado, frutos dos lockdowns. “A gente precisa lembrar que o Covid-19 ainda não foi embora e a nossa saúde precisa estar em dia na luta contra o vírus. O sedentarismo e obesidade podem agravar e muito as pessoas afetadas pelo coronavírus”, explica Guilherme Reis, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness. Para alguns, o confinamento minou toda a rotina de exercícios. Outros conseguiram se adaptar às atividades online, e muitos até já retomaram à sua rotina diária de exercícios seguindo protocolos impostos pelo “novo normal”.

Algumas pessoas voltaram a obter melhoras na saúde mental e minaram eventos como crises de ansiedade, recuperando o bem-estar.
Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, e em outros países como Austrália e Nova Zelândia, além dos demais órgãos competentes, as academias e grande parte das atividades físicas já são vistas como serviço essencial para a população. Segundo dados estatísticos, as academias são fontes seguras para a prática com índices muito baixos de proliferação do novo coronavírus. “Na Rede Alpha Fitness seguimos todos os protocolos e tomamos todos os cuidados necessários para garantir a segurança dos alunos. A academia é um lugar seguro, além de ser benéfico para a saúde da mente e do corpo”, acrescenta Guilherme.

O mais importante, de acordo com o Conselho Federal de Educação Física, é que o retorno às atividades seja em uma academia com profissionais sérios e capacitados para atender melhor o aluno e assim evitar possíveis lesões ou problemas de saúde – especialmente àqueles que passaram os últimos meses em casa, parados. E o principal, 2021 é o ano de cuidar da saúde mental e, para isso, a atividade física será uma aliada para o resto da vida.

centralrbn

Secretaria da Educação participa da abertura da edição virtual da Festa Literária de Uauá que homenageia Jorge Portugal

Artigo anterior

Tecnologia em sistema de aquicultura prevê aumento significativo na produção de peixes na zona rural de Caatiba

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde