Lutas

Promessa do MMA se aventura no boxe: “Gosto muito de trocar soco”

Promessa do MMA se aventura no boxe: “Gosto muito de trocar soco”

Atleta mineiro, João “The Diamond” Oliveira vem ganhando cada vez mais espaço no cenário nacional. O lutador que recentemente faturou o cinturão peso-galo do Gladiators Fight Night se prepara para um novo desafio na carreira. João se prepara para se aventurar no boxe, o atleta vai enfrentar Arthur Santos no próximo sábado pelo X1 Kombat, em busca de uma grande atuação no ringue:

— Sempre me mantenho em treinamento, como não tenho nenhuma luta de MMA em vista, só ajustei algumas coisas e resolvi lutar no boxe para me manter ativo — declarou a jovem promessa.

Em grande fase na carreira, João fechou o ano de 2020 com chave de ouro, apesar das poucas oportunidades que apareceram devido a pandemia, o mineiro venceu Iure Leite no Jungle Fight, e quando já esperava encerrar o ano com apenas uma vitória, foi chamado para estrelar a terceira edição do Gladiators Fight Night. Campeão peso-galo do evento mineiro, o atleta falou sobre a importância de se manter ativo em outras modalidades além do MMA:

— Acho muito importante o atleta se manter ativo independente da modalidade, participar de competições para se manter em ritmo de luta. É preciso estar sentindo o clima de competição para cada vez mais o corpo se acostumar com a adrenalina de luta, e quando subir para lutar no MMA não deixar essa adrenalina atrapalhar.

Natural da cidade de Contagem, Minas Gerais, João é pupilo do Mestre Borracha, irmão mais velho e treinador de Paulo Borrachinha, ex-desafiante ao título dos médios no UFC. Somando passagens por alguns dos maiores eventos do país como Jungle Fight, o lutador soma no cartel atual 9 vitórias em 12 combates disputados. Empolgado com a oportunidade de lutar e uma modalidade de trocação, o atleta prometeu agressividade do começo ao fim:

— Lutar pra mim é uma diversão, gosto muito de trocar soco e nada melhor que competir no boxe pra fazer isso. Podem esperar um lutador com um estilo diferenciado com uma mão pesada e bastante agressivo — finalizou o mineiro.

O atleta de apenas 23 anos já se destaca como um dos principais atletas jovens do país quando o assunto é MMA. De olho em voos ainda maiores na carreira, João se aventura no boxe enquanto aguarda pela oportunidade de voltar ao cage, seja em algum evento do Brasil ou do exterior.