BA

Prefeitura e Bloomberg avaliam ações de segurança viária em Salvador

Prefeitura e Bloomberg avaliam ações de segurança viária em Salvador

A segurança viária da capital baiana e seus avanços foram temas de um encontro nesta semana entre representantes da Prefeitura de Salvador e da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (BIGRS), entidade internacional que trabalha com as principais organizações mundiais que visam a segurança no trânsito. A líder do time de Saúde Pública e CEO da Iniciativa, Rebecca Bavinger, e toda equipe da BIRGS vieram à capital baiana para escutar os planos e projetos do município para a promoção de um trânsito mais seguro.

A visita faz parte da assistência técnica prestada pela Bloomberg e visa reiterar o compromisso e cooperação da iniciativa com o município para promover a segurança viária. Além da reunião para debater estratégias, a equipe internacional visitou algumas áreas da cidade que passaram por intervenções viárias recentemente, como implantação de Zona 30 ou redesenho do trânsito, e também conheceu o Núcleo de Operação Assistida, a central de videomonitoramento da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

As estratégias que a capital tem adotado para reduzir o número de lesões e mortes nas vias, a exemplo da readequação de velocidade, foram elogiadas pela instituição internacional. “Geralmente, falar sobre velocidade é um assunto não muito popular até que os cidadãos vejam o impacto disso. Uma vez que eles percebem a redução de mortes e sinistros, e que a cidade está mais segura para os seus filhos, para os seus avós e para eles próprios, aí eles começam a exigir mais. Então, é muito impressionante que a cidade escolha priorizar a readequação de velocidade nas áreas com maior incidência de fatalidades”, avalia Rebecca Bavinger.

O encontro realizado nesta semana contou ainda com a participação de representantes da Secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob), da Secretaria de Comunicação (Secom), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF).

Resultados – Na última década, entre 2011 e 2020, a capital baiana conseguiu reduzir o número de mortes no trânsito em mais de 50%. O resultado positivo foi alcançado graças às ações multidisciplinares que a Prefeitura, através da Transalvador, tem feito na cidade com o apoio da Iniciativa Bloomberg.

Implementação de conceitos internacionais de engenharia de tráfego e mudanças viárias, a exemplo do Zona 30, fiscalização, campanhas de comunicação e atividades de educação para o trânsito são alguns exemplos. Além disso, ao longo de todo o ano, a administração municipal tem veiculado campanhas educativas em diversas mídias e realizado um trabalho de educação para o trânsito em escolas, órgãos públicos e empresas da capital baiana.

Junto a isso, o redesenho urbano e a fiscalização têm contribuído para salvar vidas no trânsito. Somente de janeiro a maio de 2022, cerca de 27 mil veículos motorizados foram fiscalizados em Salvador.

Além dos dados positivos, o superintendente de trânsito de Salvador, Marcus Passos, ressalta que a cooperação com a Iniciativa Bloomberg tem contribuído para mudar o pensamento das pessoas sobre o trânsito. “A partir deste trabalho conjunto que temos feito em Salvador, os cidadãos já cobram muito mais ações voltadas à segurança viária por compreenderem que o resultado disso é extremamente positivo, ajudando a prevenir mortes e a promover mais qualidade de vida” afirma Passos.

Parceria – A Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global (BIGRS) trabalha com as principais organizações mundiais de segurança no trânsito, no sentido de implementar e coordenar atividades de segurança com atores governamentais e não governamentais do país. Desde 2020, a entidade trabalha em conjunto com a Prefeitura de Salvador para promover a segurança no trânsito da capital baiana. O acordo de cooperação tem vigência até 2025.

Fotos: Lucas Moura/Secom