Conecte-se conosco

Gastronomia

Pós Pandemia: Empresário realiza rebranding e cresce 300% em vendas de sorvetes

Com 24 anos, Gabriel Santin, sócio da Santin Gelato Artesanal investiu na mudança da marca e já está abrindo a segunda loja

Publicado

em

Pós Pandemia: Empresário realiza rebranding e cresce 300% em vendas de sorvetes

Segundo dados da Abrasel-SP, o comércio no ramo alimentício foi um dos mais atingidos pela pandemia, fazendo com que 50 mil empresas do setor deixassem de existir em todo estado de São Paulo. O impacto do isolamento social, impôs desafios nunca antes enfrentados pelas empresas brasileiras, desafiando empresários a aplicarem inovação em seus negócios com o objetivo de atender seus clientes de forma segura.

Gabriel Santin, sócio da Santin Gelato Artesanal, uma sorveteria localizada em Ubatuba, litoral de São Paulo, sentiu que a crise desencadeou a criatividade e sede em inovar para atrair novos clientes. Com o comércio fechado durante a pandemia, uma das estratégias utilizadas pelo empresário para evitar os prejuízos foi incluir seus sorvetes em aplicativos de delivery e abrir um canal de comunicação através do whatsapp, além de adotar o formato drive-in em seus serviços para atrair o público que estivesse próximo.

Outra forma que Gabriel utilizou foi o marketing digital em sua marca, criando ações para se aproximar de seus clientes e atrair novos públicos. Uma delas foi sair pela cidade com uma fantasia misteriosa, distribuindo broches com a logo da marca, tudo sendo gravado e publicado nas redes sociais, gerando curiosidade em seus seguidores e consequentemente um maior engajamento. No final, quem recebeu o broche tinha o direito a trocar por um sorvete na sorveteria.

 

REBRANDING

Gabriel Santin junto de seus sócios, Lino Santin e Nilda Santin aproveitaram a pausa do consumo presencial dos clientes na sorveteria durante o período de isolamento social para realizar um rebranding da marca. Além de trocar o nome e criar uma nova identidade visual, o empresário também investiu na reforma do spaço, tornando um local mais aconchegante e clean. Após a reforma, em menos de um ano o negócio cresceu e faturou mais de 300% em relação ao ano anterior. Com isso, o empresário sentiu a necessidade de abrir outra loja na cidade, no objetivo de expandir a marca e atender a demanda do público de outros bairros. O próximo passo do empresário é abrir o pré-cadastro de franqueados para entender quais regiões têm interesse em se filiar a marca.

“Somos uma marca jovem, com muita energia e garra para entregar. Amamos muito estar aqui e queremos difundir isso por todo canto do Brasil,” diz o empresário.

Pós Pandemia: Empresário realiza rebranding e cresce 300% em vendas de sorvetes

Seguindo o negócio da família, Gabriel transforma sorveteria em um local de experiência para clientes Foto: Angá Criativa

 

SUSTENTABILIDADE

Um dos objetivos de Gabriel foi ter um negócio totalmente sustentável e, para isso, além de utilizar produtos totalmente naturais, como a uvaia, cambuci, entre outras frutas da região, compradas de produtores locais, a sorveteria conta com produtos sustentáveis, como colheres com madeira de reflorestamento e potes biodegradável feito de mandioca, no qual quando são inseridas no meio ambiente, as embalagens se tornam adubo em até 90 dias.

“Quando estabelecemos a nova marca, já decidimos investir em produtos sustentáveis, mas, teve muitos clientes que falaram que vieram na sorveteria não só pelo sorvete, mas pelo fato de termos produtos biodegradáveis,” diz o empresário.

Pós Pandemia: Empresário realiza rebranding e cresce 300% em vendas de sorvetes

As embalagens se tornam composto orgânico em 90 dias, quando expostas ao tempo. Foto: Angá Criativa

Sobre a Santin Gelato:

Criada em 1995, a sorveteria surgiu da necessidade em ter mais opções de sobremesa para atender a demanda de outro negócio da família, um restaurante. Nilda Santin, empolgada com sua veia empreendedora, abriu um quiosque ao lado do restaurante, para entregar opções de sorvetes aos clientes. Após alguns anos, Lino Santin, irmão mais velho, resolveu expandir a sorveteria, aumentando o espaço, Nilda que já trabalhava como gerente, entrou como sócia do empreendimento, se responsabilizando com a operação da sorveteria. O fato de não realizarem produção própria dos sorvetes, os empreendedores tiveram uma grande dificuldade em encontrar bons sorvetes para revenda, que atendesse as expectativas dos clientes. Em 2019 Gabriel Santin, filho de Nilda, entrou para a sociedade com o objetivo de reformular a marca, fazendo com que a mudança impactasse o público que já estava fidelizado e trouxesse novos clientes. Além das estratégias de marketing e comunicação, os sócios buscaram investir em produção própria. Importaram da Itália o que há de mais moderno em equipamento para produção de sorvetes.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *