0

 A polícia canadense começou a retirar os manifestantes de uma importante ponte que liga o Canadá e os Estados Unidos (EUA) neste sábado (12), após mais de 12 horas da entrada em vigor de uma ordem judicial que pôs fim a um bloqueio que prejudicou o comércio internacional.Polícia do Canadá começa a retirar manifestantes da ponte EUA-Canadá

A Ponte Ambassador, passagem de fronteira terrestre mais movimentada da América do Norte, teve seu tráfego impedido pelo quinto dia consecutivo na manhã deste sábado. Cerca de 15 caminhões, carros e vans bloquearam o tráfego em ambas as direções, dificultando a cadeia de suprimentos das montadoras de Detroit.

“Pedimos a todos os manifestantes que ajam legalmente e pacificamente”, disse a polícia de Windsor em uma postagem no Twitter, pedindo aos passageiros que evitassem as áreas afetadas pelas manifestações.

Policiais em uniformes pretos com coletes amarelos formaram uma fila na entrada da ponte e ordenaram aos manifestantes que se retirassem. O número de manifestantes diminuiu de cerca de 200 na noite de sexta-feira para cerca de 24 no início deste sábado.

Os manifestantes mais próximos da ponte foram vistos voltando pacificamente.

Os protestos “Comboio Livre”, iniciados na capital Ottawa por caminhoneiros canadenses que se opõem a um ordem de vacinação ou quarentena para motoristas transfronteiriços, entraram em seu 16º dia neste sábado.

Os protestos inspiraram comboios e planos semelhantes nos Estados Unidos, França, Nova Zelândia e Austrália.



Fonte

centralrbn

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar