Conecte-se conosco

BA

Mutirão leva vacina contra gripe a agentes de limpeza

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), realiza um mutirão de vacinação contra a gripe até o próximo dia 21. A ação, que acontece na sede da Limpurb e garagens de empresas terceirizadas, das 9h às 16h, tem a expectativa de imunizar mais de 4,5 mil servidores e agentes de limpeza.

Segundo o presidente da Limpurb, Omar Gordilho, o mutirão pretende aumentar o número de imunizados na cidade e reduzir o número de casos e internações, decorrentes das infecções dos vírus Influenza A, H1N1, H3N2 e Influenza B.

“A vacina contra a gripe está para todos. O movimento que a Limpurb faz é motivar a população a tomar o imunizante. Com a vacinação é possível reduzir as taxas de ocupação nos leitos dos hospitais. Queremos proteger nossa sociedade e manter o sistema de saúde focado no combate ao coronavírus”, pontua Gordilho.

A agente de limpeza Marli dos Santos, de 50 anos, destacou a importância de estar imunizada contra doenças virais. “É um alívio, por mais cuidado que a gente tenha, a vacina nos traz segurança. Depois de tomar as doses contra a Covid, agora tivemos acesso à vacina da gripe. Então está ótimo, com saúde vamos trabalhar ainda mais felizes”, disse.

Há 23 anos atuando na limpeza da cidade, Josimeire de Oliveira ressaltou a vulnerabilidade dos agentes de limpeza que trabalham nas ruas. “Estamos o tempo todo tendo contato com pessoas e resíduos, que muitas vezes não são descartados de forma correta. Estar imune às doenças nos dá tranquilidade.”

Já a agente de limpeza, Diana Bispo, de 40 anos, falou sobre a importância da ação nas garagens de empresas terceirizadas. “Nós não temos tempo de ir a postos de saúde, pegar fila. A vida é corrida, e poder se vacinar no ambiente de trabalho é muito bom”, disse.

Busca ativa – Na Feira de São Joaquim, em Água de Meninos, o mutirão acontece até sexta-feira (16), das 9h às 16h. A expectativa é vacinar sete mil pessoas durante a ação, iniciada nesta quarta-feira (14). Além de ponto fixo de vacinação, equipes volantes transitam pela feira, realizando a busca ativa de pessoas que ainda não se vacinaram.

A chefe de Epidemiologia do distrito Centro Histórico, Keila Tomaz, ressaltou a importância do mutirão. “A gente acredita que, diante da situação pandêmica e econômica que estamos vivendo, exista um grande número de pessoas que não tem condições e interesse, ainda que saiba a importância da imunização, de deixar o seu local de trabalho, para procurar um posto. Então, estamos indo ao local de trabalho para facilitar o acesso à vacina. A gente acredita que a busca ativa é a forma mais eficaz de levar a vacina a esse público,” explicou.

O feirante Albanir Pereira, 47 anos, elogiou a ação realizada pela SMS. “A gente tem contato com muitas pessoas, então é importante para não ficarmos doentes. As coisas já não estão fáceis. Se eu tivesse que sair do meu local de trabalho, para ir ao posto de saúde, provavelmente não iria, porque preciso ficar aqui vendendo minhas mercadorias, não tenho tempo. Então o mutirão é coisa boa, aqui pertinho não tem desculpa,” disse.

Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA