0

Houve um tempo em que uma turma de engenharia tinha duas ou três mulheres. Ao longo dos anos elas foram ganhando mais espaço, conquistando lugares antes populados em sua maioria por homens e mostrando que sim, são tão capazes quanto eles. “Minha carreira começou em 2005, quando entrei na faculdade.  Então, naturalmente eu recebia cantadas, porque na época uma mulher na obra era coisa rara. Agora isso já mudou, hoje nós temos uma presença muito maior no canteiro” conta a engenheira civil Ana Alves, do Nosso Estúdio.

Segundo ela, o preconceito não chegou a fazer parte da sua trajetória. “Eu sempre me posicionei com a minha inteligência, força de vontade, garra e com a minha capacidade técnica, por isso nunca me senti diminuída sendo mulher dentro de um canteiro de obras”, afirmou.

A boa notícia é que felizmente, existem cada vez mais mulheres dispostas a enfrentar e vencer a desigualdade, o preconceito e o assédio, pavimentando uma carreira no segmento. Assim, vão também derrubando mitos, como o de que o gênero feminino não tem vocação para as ciências exatas.

Nos últimos dez anos, o Ministério do Trabalho e Emprego estima que a absorção de mulheres na construção civil cresceu quase 50%, e que mais de 200 mil mulheres já trabalham no setor atualmente no Brasil.

A construtora mineira Acaiaca é um exemplo disso, predominante comandada por mulheres, a empresa é formada por: duas sócias Ana Claudia (engenheira) e Isabela (advogada), e as duas engenheiras Karina e Maísa. “Somos uma empresa de construção que busca a excelência e a humanização do processo na construção. Nosso objetivo é uma execução de qualidade, tendo como premissa que o treinamento e a capacitação desenvolvem profissionais competentes e não seu gênero”, afirmou Ana Claudia.

A partir dessa visão e pela vivência, a construtora percebeu que a falta de oportunidade para a mão de obra do sexo feminino é uma grande perda para construção civil. “Trabalhamos sabendo que é perfeitamente possível ter uma equipe qualificada e competente com pessoas sem distinções. Vemos na prática que um ambiente incluso e integrado na construção civil traz grandes benefícios e é bem aceito por todos: clientes, fornecedores e demais membros da equipe. Sabemos que é um processo e que ainda temos muito a melhorar, mas nós da Construtora Acaiaca estamos abertas e ansiamos por um mercado mais plural”, completou a engenheira.

Ainda que existam desigualdades e desafios a superar, as mulheres estão cada vez mais treinadas, capacitadas e prontas para serem reconhecidas por suas habilidades e competências. É o empoderamento feminino, capaz de mudar todo um setor e fazê-lo ficar melhor e mais eficiente.

“Minha dica para quem está começando a faculdade, é que participem de congressos, frequentem eventos de arquitetura (ela aproxima o engenheiro do cliente final), e não desistam no segundo ano, porque realmente é o ano divisor de águas. A arquitetura é fundamental, porque ela apresenta para o cliente e para a sociedade o que os olhos querem ver, mas é a engenharia que solidifica, faz acontecer e que permite que o sonho seja executado. A engenharia muda o mundo.”, finalizou Ana Alves.

Sobre o Nosso Estúdio

Muito além dos projetos e das obras, o Nosso Estúdio une arquitetura e engenharia, oferecendo soluções a partir de um propósito, unindo profissionais, fornecedores e clientes através da ideação, inovação e realização.

Fundado em 2011, com o nome de Studio 7, o escritório hoje é comandado pela engenheira Ana Alves em parceria com diversos colaboradores de diferentes segmentos, tendo como princípio que negócios são feitos entre pessoas e não entre empresas.

Apoiados nos recursos e potencialidades de uma metodologia inteligente, BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção),  a consultoria contempla a construção de processos necessários para viabilizar, sustentar e desenvolver o empreendimento do cliente, desde a aquisição do terreno, concepção dos projetos e o gerenciamento de obras, otimizando tempo e custo e minimizando erros e riscos.

Através de uma metodologia de trabalho colaborativa, o Nosso Estúdio desenvolveu um modelo de negócios baseado na análise do comportamento dos profissionais, de forma a descobrir suas necessidades, desejos e expectativas, gerando, desta maneira, novos produtos, serviços e experiências com técnica, qualidade e simplicidade.

Atualmente com treze colaboradores, a empresa possui em seu portfólio, clientes como Andrade Gutierrez, Gafisa, Lock Engenharia, Conx, Renata Marques Arquitetura, Santander, entre outros, além de mais de cinquenta obras e reformas para clientes finais. Sempre trabalhando com projetos exclusivos e pensados especialmente para cada um.

Site Oficial: www.nossoestudio.com.br/

Instagram: www.instagram.com/_nossoestudio/

Linkedin:  www.linkedin.com/company/10267133/admin/

centralrbn

Tuca Fernandes comanda Live do “We Love Carnaval”, em BH

Artigo anterior

Cetrel integra equipe de palestrantes da rede NICOLE no ‘Seminário EKOS Brasil 2020’

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Notícias