conecte-se conosco

Receitas

Isabela sugere almoço completo para celebrar a Páscoa com as tradições do Paraná

Avatar

Publicado

em

A Páscoa é uma das festas mais tradicionais do estado do Paraná. É a época de reunir os integrantes de casa à mesa, refletir e confraternizar, seguindo algumas tradições dos imigrantes que colonizaram aquelas terras, como poloneses e ucranianos.

Uma das celebrações religiosas mais tradicionais, que acontece anualmente em Curitiba, é a Benção dos Alimentos. Em uma missa emocionante que ocorre aos sábados, no Bosque do Papa, para os descendentes de poloneses, e no Parque do Tingui, para os descendentes de ucranianos, as famílias levam cestas com os alimentos que serão consumidos no dia seguinte, como ovos, queijos e o típico pão paska. As cestas são benzidas e cada alimento simboliza uma etapa da ressurreição de Cristo.

Para fazer parte deste momento tão especial às famílias paranaenses, Isabela, marca de massas, torradas e biscoitos do Sul do País, sugere o Ninho com Salmão Al Limone como prato principal e a Torta de Chocolate Preto e Branco com Isabela Chocks, afinal, o chocolate é marca registrada do almoço de Páscoa.

Confira as receitas completas abaixo:


Ninho com Salmão Al Limone

Ingredientes:
Salmão:
600 g de filé de salmão com pele
sal e pimenta-do-reino preta, moída na hora, a gosto
1 colher (sopa) de azeite

Molho Al Limone:
3 colheres (sopa) de azeite
1 cebola pequena ralada
1 litro de creme de leite fresco
sal a gosto
raspas e suco de 2 limões Sicilianos

Massa
1 embalagem de Ninho Largo Com Ovos Isabela
1 colher (sopa) de sal

Para finalizar
5 galhos de dill fresco

Modo de Preparo:
Salmão
– Tempere o salmão com o sal e a pimenta-do-reino. Aqueça uma frigideira, regue com o azeite e grelhe o salmão, virando-o dos 2 lados para que doure por igual. Retire do fogo, despreze a pele e, sobre uma tábua ou prato, faça lascas com um garfo. Reserve.

Molho
– Em uma panela média aqueça o azeite e refogue a cebola. Acrescente o creme de leite e deixe ferver em fogo baixo para engrossar um pouco. Tempere com o sal, junte as raspas e o suco dos limões. Misture bem, tampe a panela e reserve.

Massa
– Em uma panela grande ferva 5 litros de água com o sal. Cozinhe a massa durante o tempo indicado na embalagem ou até que esteja “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra imediatamente e acrescente ao molho. Junte as lascas de salmão e misture bem para que toda a massa fique bem envolvida pelo molho. Finalize com o dill e sirva em seguida.

Dica do chefe: Caso não encontre o limão Siciliano, substitua pelo limão Tahiti.

Rendimento: 6 porções
Tempo de preparo: 50 minutos

Torta de Chocolate Preto e Branco com Chocks Isabela

Ingredientes:
Base:
2 caixas de Chocks Isabela

Mousse de chocolate branco:
300 g de chocolate branco
200 g de chantilly batido
100 g de creme de leite
½ pacote de gelatina incolor sem sabor
2 colheres de sopa de água quente (para dissolver a gelatina)

Mousse de chocolate preto:
150 g de chocolate ao leite
150 g de chocolate meio amargo
200 g de chantilly batido
100 g de creme de leite
½ pacote de gelatina incolor sem sabor
2 colheres de sopa de água quente (para dissolver a gelatina)

Recheio:
1 caixa de Chocks Isabela picado

Decoração:
1 caixa Chocks Isabela picado

Modo de preparo:
Base:
– Processe o Chocks Isabela.
– Forre o fundo de uma forma com fundo removível de 25cm. Reserve.

Mousse de chocolate branco:
– Derreta o chocolate branco no banho maria ou com ajuda de um micro-ondas. Depois, reserve.
– Dissolva a gelatina em água quente e reserve.
– Em uma travessa, misture o chocolate com o chantilly já batido, o creme de leite, e, por último, a gelatina dissolvida.
– Coloque na forma com a base de Chocks Isabela e leve para geladeira por volta de 1 hora.
– Em seguida, cubra com o recheio o Chocks Isabela picado e reserve.

Mousse de chocolate preto:
– Derreta o chocolate ao leite e meio amargo no banho-maria ou com ajuda de um microondas. Reserve.
– Dissolva a gelatina em água quente e reserve.
– Em uma travessa, misture o chocolate com o chantilly já batido, o creme de leite, e, por último, a gelatina dissolvida.
– Coloque na forma por cima do recheio e volte para geladeira até firmar por volta de mais 1h30min.

Decoração:
– Desenforme a torta e decore com Chocks Isabela picado.
– Sirva em seguida.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receitas

Aprenda como aproveitar todo o sabor dos queijos brasileiros no seu dia a dia

Avatar

Publicado

em

O Queijo Minas é um dos queijos brasileiros mais conhecidos, mas você sabia que existem outros tipos que também são uma delícia? Além do Queijo Minas Padrão, de sabor suave, macio e ideal para acompanhar o pãozinho no café da manhã, há o Queijo Minas Frescal, que é leve, suave e molinho, recomendado para sanduíches e até mesmo doces como, o Romeu e Julieta. Já o Queijo Meia Cura, um clássico mineiro e principal ingrediente do pão de queijo, possui um sabor marcante e levemente ácido, podendo ser consumido até mesmo in natura, acompanhado de um cafezinho.

Queijo Coalho, típico do Nordeste, pode ser consumido em fatias, ralado, assado ou frito, além de ser um item obrigatório no churrasco. Seu maior destaque é ser um dos pouquíssimos queijos no mundo que podem ser aquecidos, sem derreter, tornando-se crocante por fora e macio por dentro.

Outra opção saborosa é o Queijo Prato Esférico, que foi desenvolvido por imigrantes dinamarqueses no Brasil, em meados dos anos 1920. É um queijo suave, frutado e ligeiramente adocicado, que pode ser saboreado puro ou em lanches e sanduíches quentes ou frios.

Por fim, o Queijo Reino tem uma história bem interessante. Durante o Brasil Colonial, a família real portuguesa trazia da Europa o Queijo Tipo Edam. Ele era transportado dentro de barris que, em viagens anteriores, eram utilizados para armazenar vinho. Como essa viagem era feita por navios, o queijo passava meses dentro dos barris, o que acabava alterando sua maturação, sabor e textura, além da casca, que ficava avermelhada por causa da coloração do vinho. No fim da jornada, o queijo passava por tantas transformações que acabava se tornando outro, o queijo “do Reino” de Portugal, como ficou conhecido na época. Seu sabor pronunciado e picante, possui uma textura firme, que derrete fácil na boca, além de combinar com o vinho tinto.

Para descobrir mais curiosidades sobre queijos, conheça a Escola do Queijo, um projeto da Tirolez no Youtube, que visa tornar consumidores em especialistas em queijos. Sobre este tema, há uma videoaula completa, cheia de detalhes. Basta acessar o canal da Tirolez no YouTube ou o site.

Agora que você já aprendeu mais sobre os queijos brasileiros, a Tirolez, maior empresa 100% brasileira de queijos e uma das principais marcas de laticínios do país, ensina como fazer o Arancini de Queijo Coalho Tirolez e geleia de pimenta. Essa entrada fica pronta em apenas uma hora, ideal para surpreender e abrir o apetite com muito sabor


Arancini de Queijo Coalho Tirolez e geleia de pimenta

 

Ingredientes:
4 punhados de arroz arbóreo
Azeite de oliva extravirgem
1 cebola picada
200 ml de vinho branco
Caldo de legumes
2 xícaras de Queijo Coalho Tirolez cortado em cubos]
2 ovos
2 xícaras de farinha de rosca
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Óleo para fritar
Geleia de pimenta para acompanhar

Modo de preparo:
– Em uma panela, refogue a cebola no azeite.
– Junte o arroz e envolva-o em toda a gordura. Quando este estiver bem quente, acrescente o vinho branco e mexa bem.
– Cozinhe o risoto mexendo todo o tempo, adicionando o caldo aos poucos.
– Quando o arroz estiver cozido, espere o caldo secar e desligue o fogo.
– Disponha o risoto em uma travessa e deixe esfriar. Leve para gelar por 30 minutos aproximadamente.
– Depois de gelado, faça bolinhas com o risoto não muito grandes e recheie com os cubos de queijo coalho.
– Empane passando primeiro nos ovos batidos e depois na farinha de rosca.
– Frite em óleo bem quente e sirva imediatamente acompanhado da geleia de pimenta.

Rendimento: 8 porções
Tempo de preparo: 1 hora

Continue lendo

Receitas

Como fazer Crumble de Maçã? Piraquê ensina truques para obter a crocância perfeita

Avatar

Publicado

em

O Crumble é um prato doce de origem britânica, feito com frutas picadas cobertas com uma massa especial, que é assada até que a cobertura fique crocante, resultando em uma experiência única de sabor. Aproveitando o período da safra da maça, que se estende até o mês de maio no Sul e Sudeste do Brasil, a Piraquê, marca premium de biscoitos, massas e torradas da M. Dias Branco, ensina como fazer um Crumble de Maçã.

O segredo do crumble, a farofinha usada na cobertura do doce, está no Biscoito Maizena Piraquê, que fará toda a diferença. O prato é servido quente, portanto, pode acompanhar uma bola de sorvete de baunilha, criando uma experiência sensorial diferente.

Gostou da dica? Confira abaixo a receita completa e saboreie com quem ama.

 

Crumble de Maçã

 

Ingredientes:
Para a massa:
200 g de Biscoito Maizena Piraquê triturado
150 g de manteiga em temperatura ambiente
1 colher de (chá) de canela em pó

Para o recheio:
1 colher (sopa) de amido de milho
Suco de 1 limão
5 maçãs sem casca, cortadas em cubos médios
½ xícara (chá) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó

Para o crumble:
100 g de Biscoito Maizena Piraquê
50 g de açúcar
100 g de manteiga fria cortada em cubos
50 g de amêndoas cruas picadas grosseiramente


Modo de Preparo
Para a massa:
– Em um recipiente, misture o biscoito, a manteiga e a canela até obter uma massa úmida.
– Forre o fundo e as laterais de uma forma redonda, de fundo removível, de 22,5 cm de diâmetro e refrigere.

Para o recheio:
– Dissolva o amido em 3/4 de xícara (chá) de água e limão.
– Em uma panela, leve os demais ingredientes para cozinhar, junto com o amido diluído por cerca de 10 minutos. Espere esfriar por completo.

Para o crumble:
– Reserve 5 biscoitos e pique grosseiramente. O restante processe até formar uma farinha grossa.
– Misture a farinha de biscoito e o açúcar em uma tigela. Acrescente a manteiga e misture com as mãos até obter uma massa arenosa. Coloque as amêndoas e o restante do biscoito.

Para a montagem:
– Com a base fria, recheie a torta com o recheio já frio e cubra com a farofa.
– Asse a 180 °C por cerca de 25 minutos até que o crumble fique crocante.


Rendimento:
 8 porções
Tempo de preparo: 60 minutos

Continue lendo

Receitas

Pizza de Damasco com Gorgonzola é sugestão do Chef Gino Contin para um jantar exótico

Avatar

Publicado

em

Para quem adora pizza e quer experimentar novas versões, o Chef Gino Contin criou uma Napolitana agridoce que combina o sabor sofisticado do damasco hidratado no vinho branco com os sabores intensos do gorgonzola ou parmesão.

Para deixar sua criação ainda mais gostosa, o chef acrescentou uma camada de cream cheese e finalizou com um toque de mel depois que a pizza saiu do forno  para ressaltar o contraste entre o doce e salgado.

Se quiser preparar a pizza em casa é só acompanhar o passo a passo no vídeo https://www.instagram.com/tv/CNdALcZDS4c/?igshid=mhh1o36sdsf5 e conferir a receita abaixo:

 

MASSA DE PIZZA DE LONGA FERMENTAÇÃO

Ingredientes:

1kg de farinha de trigo, de preferência italiana 00

600ml de água

3g de fermento seco

30g de sal

Semolina ou fubá para abrir a massa

Modo de preparo:

Massa: Separe um pouco da água para dissolver o sal. Coloque o restante da água numa tigela e acrescente os ingredientes secos aos poucos. Quando chegar na metade dos ingredientes, coloque a água com sal e depois o restante da farinha. Sove a massa e deixe descansar em recipiente fechado por 12h. Caso queira fazer longa fermentação, deixe por mais 12 horas na geladeira.  Divida a massa fermentada em quatro partes e boleie. Polvilhe uma superfície com semolina ou fubá e abra uma das partes da massa com as mãos marcando a borda da pizza com os dedos. Coloque em uma forma de pizza e leve para assar em forno alto por 10 a 12 minutos.

 

PIZZA DE DAMASCO COM GORGONZOLA

Ingredientes para uma pizza de 35cm:

  • 350 g de massa de longa fermentação para pizza napolitana
  • 255 g de cream cheese
  • 150 g de damasco
  • 80 g de parmesão ou gorgonzola
  • Mel a gosto

Montagem:

Abra uma massa napolitana de 350g no formato redondo de 35 cm, e caso for usar um forno convencional em casa, coloque a massa em uma forma para pizza. Para que a pizza fique mais harmoniosa corte os damascos ao meio e hidrate-os com suco de uva branco ou vinho branco para que não queimem no forno. Esse processo se feito no dia anterior é melhor. Coloque sobre a massa o cream cheese de uma maneira que cubra toda a superfície, o damasco sobre o cream cheese e finalize colocando gorgonzola esmiuçado ou parmesão ralado; leve ao forno alto até dourar. Tire do forno e aplique uma fina camada de mel sobre a pizza.

 

SOBRE O MAVERICK

Em 5 de novembro de 2002 o Maverick Thematic Music Bar abriu as portas na cidade de Limeira, no interior de São Paulo. Naquela época o lugar era um dos poucos bares temáticos do Brasil e um dos primeiros do interior paulista a seguir essa tendência americana, com sua decoração com memoromobília sobre carros antigos e música de qualidade, reunindo o melhor das décadas de 50 a 70.

Não demorou muito para o bar se tornar um point para os amantes de carros antigos que faziam seus encontros e expunham suas máquinas no local. Com o passar do tempo o Maverick também conquistou os fanáticos por motos, principalmente o HOG Harley Owners Group que começou fazer seus passeios anuais rumo ao Mav.

O combustível do Maverick sempre foi o Classic Rock. Desde sua abertura, a casa conta com uma programação de shows prestigiando as melhores bandas do interior paulista, reunindo vários estilos autorais e famosas bandas cover, mantendo essa tradição até os dias de hoje.

Em relação à gastronomia, a casa começou oferecendo comidas de boteco e uma farta carta de cervejas importadas que eram raridade na época e. ao longo desses anos, o Mav se tonou uma das mais conceituadas pizzarias napolitanas do Brasil comanda pelo chef Gino Contin Júnior, seu fundador que também implementou no lugar uma adega especializada em rótulos brasileiros e de vinhos fora do mainstream.

Hoje, o Maverick consolidou sua vocação como centro etílico, gastronômico e cultural, promovendo também cursos de pizzas napolitanas com o intuito de ampliar o conhecimento das pessoas sobre essa cultura, atendendo alunos de todo o país e marcando presença nas redes sociais com várias receitas autorais criadas pelo Gino.

O slogan escolhido para a comemoração dos 18 anos é “Just Go” “apenas vá”, uma alusão à liberdade e uma correlação com a própria palavra Maverick, que vem do inglês usado no sudoeste dos EUA (Texas, Arizona, etc.), e representa um novilho ou bezerro que se recusa a ser marcado a ferro, selvagem ou sem dono. Assim é o Mav, sinônimo de liberdade, aventura e rebeldia.

Continue lendo

TENDÊNCIA