[ad_1]

Foto: Yago Matheus/Setre

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) certificou, nesta quinta-feira (9), 100 jovens de Salvador que participaram do Curso de Qualificação Profissional de Gestão em Mídias Digitais. A formação foi realizada com um investimento de R$ 250 mil do Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad) e teve como público-alvo pessoas de 16 a 29 anos, especialmente a juventude negra, mulheres e LGBTQIA+.

Para Diogo Macedo, 18 anos, morador do bairro Jardim Santo Inácio, o curso possibilitou a conquista do primeiro emprego. “Sempre tive interesse em aprender mais dessa área e hoje estou trabalhando, há um mês, com gerenciamento de redes sociais de uma empresa”, contou. A estudante Amanda Araújo, 21 anos, também avalia a oportunidade de forma positiva. “Tinha conhecimentos básicos de mídias digitais e pude aprofundar. Foi uma oportunidade maravilhosa e espero seguir me aprimorando”.

Na oportunidade, o titular da Setre, Davidson Magalhães, destacou que o Governo do Estado desenvolve um conjunto de ações com foco na geração de emprego e renda. “A gente tem criado condições para que as pessoas possam enfrentar o momento de dificuldades que o país vivencia. Vamos investir, em 2022, mais de R$ 17 milhões em qualificação profissional na Bahia, além de fortalecer o empreendedorismo entre os jovens”, afirmou.

Curso de gestão de mídias digitais
Foto: Yago Matheus/Setre

Também participaram da cerimônia de certificação o vice-procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho da Bahia, Marcelo Travassos; o superintendente estadual de Desenvolvimento do Trabalho, Marcelo Gavião; o representante da Superintendência Regional do Trabalho Maurício Passos; o vereador Augusto Vasconcelos; a presidenta da Associação Futuro da Nação, instituição executora do projeto, Ana Lúcia de Souza; e a presidenta da União Nacional LGBT Bahia, Lívia Ferreira.

Funtrad

Criado pelo Governo do Estado em 2011, o fundo de natureza contábil-financeira é ligado à Setre. O intuito é captar recursos para colaborar na implementação de ações nos nove eixos prioritários da Agenda Bahia do Trabalho Decente: Erradicação do Trabalho Infantil; Promoção da Igualdade da Pessoa com Deficiência; Saúde e Segurança do Trabalhador; Serviço Público; Juventude; Promoção da Igualdade de Gênero e Raça; Erradicação do Trabalho Escravo; Trabalho Doméstico; e Empregos Verdes.

As principais fontes de recursos são destinações de Termos de Ajustamento de Conduta e de indenizações por dano moral coletivo, decorrentes da atuação do Ministério Público do Trabalho e da Justiça do Trabalho. A aplicação dos recursos é decidida pelo Conselho Deliberativo de composição multipartite.

Fonte: Ascom/Setre

[ad_2]

Fonte

Redação
Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.