Conecte-se conosco

Música

Filarmônica Ambiental lança vídeos com gravações exclusivas de manifestações culturais do Litoral Norte da Bahia

Publicado

em

Alunos da Filarmônica Ambiental com Fred Dantas

No próximo dia 10 de maio, no Facebook da Filarmônica Ambiental e canal do YouTube do projeto “Sons Ambientais do Litoral Norte” – https://youtube.com/channel/UCl-pS-G-kQm6ERaK6vncHkA , entram no ar cinco vídeos com gravações de composições de grande significado para a tradição musical do Litoral Norte da Bahia, presentes no repertório de manifestações culturais da região. As composições ganharam arranjos exclusivos para filarmônica e foram  executadas pelos músicos da Filarmônica Ambiental, de forma remota, com o objetivo é preservar e divulgar o acervo cultural da região onde a Filarmônica tem sede.

Cada vídeo tem um depoimento inicial do maestro Fred Dantas, que comandou o projeto, explicando o objetivo e conteúdo do vídeo e mais notícias sobre a Filarmônica Ambiental e a cultura da zona rural de Barra do Pojuca, onde a banda se localiza. Essas narrativas são acompanhadas de um fundo musical de filarmônica e uma sucessão de fotos de várias épocas do projeto e do meio ambiente que o cerca. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Alunos da Filarmônica Ambiental

Sobre os vídeos

Dobrado Esperança – Uma composição do maestro Fred Dantas do ano de 2003, quando a Filarmônica Ambiental tinha apenas seis anos de atividades. Seu título reflete o sentimento em relação ao projeto e suas perspectivas de futuro, em oferecer uma formação musical profissionalizante, como fazem as filarmônicas. O estilo musical dobrado não poderia estar ausente dos Sons Ambientais por ser a forma instrumental mais representativa das bandas filarmônicas brasileiras.

Reisado do Guará – Nos primeiros dias de janeiro um grupo de artistas populares e moradores percorrem a Estrada da Tiririca e a localidade de Cachoeirinha, visitando as casas, cantando nas portas que em seguida são abertas pelos anfitriões. Depois de uma primeira parte cerimonial típica dos reisados brasileiros, é cantado um samba bem ao estilo do litoral norte da Bahia, fazendo a transição para a parte de folia que se segue. A faixa tem participação de músicos da filarmônica e um pequeno coral de seis vozes também participantes do projeto.

Samba do Guará – É uma continuação do Reisado do Guará, quando após a parte cerimonial do vídeo anterior, surge um personagem com roupa estilizada do animal guará, que interage com outro personagem mascarado, o chamado caboclo. Aqui se cantam duas músicas que caracterizam esses personagens, a entrada do guará e outro relacionado à dança dos dois personagens.

Samba de Roda – Este vídeo coleciona três sambas de roda bem típicos do litoral norte da Bahia, com uma base rítmica diferenciada do samba de roda do recôncavo e com acompanhamento de viola.

Zé de Vale – O vídeo que encerra o projeto tem no seu discurso inicial um depoimento do mestre da cultural popular Manoel da Conceição Filho, o popular Bochechinha, reconhecendo a importância do resgate dessas tradições através da filarmônica. O Zé de vale é um drama que une música ao teatro e se encontra desaparecido há mais de 30 anos, sendo reconstruído para ser realizado pelos alunos da Filarmônica a partir da pesquisa.

No geral, os vídeos Sons Ambientais não procuram reproduzir o ambiente emocional ou o grau de animação das atuações ao vivo dessas tradições, mas a preservação do conteúdo musical e das letras, junto com uma proposta de arranjo musical que remonta aos objetivos da criação da Filarmônica Ambiental, que é unir a tradição cultural do litoral norte com a tradição instrumental e estratégias de arranjos das filarmônicas.

Ficha técnica:

Flautim: Samuel Egídio. Clarineta: Liriana Oliveira, Antônio Dácleo, Rafaela Freitas e Jeferson Silva.  Sax alto: Weyk Raylan e Cayo Brito. Sax tenor: Nilton Oliveira. Trompete: Guilherme Chagas, Vinícius Amâncio. Trombone: Pedro Mariano Santana e Fred Dantas. Bombardino: Moisés Costa. Tuba: Maikon Dias. Percussão (caixa, pratos, bombo, pandeiro e atabaque): Bruno Santos e Enzo Coelho. Cantores: Edilia Thereza Borges de Barros, Beatriz Monique Marques, Larissa Lopes da Silva, Carolina Batista Figueiredo, Marcos Wander Carvalho e Edivanildo Junior.

Arranjos musicais: Fred Dantas. Preparação do músicos: Cayo Brito e Liriana Batista. Preparação dos cantores: Irma Ferreira. Realização dos vídeos: Marcus Sampaio.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA