Conecte-se conosco

SP

FAPESP divulga resultados da chamada Ciência para o Desenvolvimento

Publicado

em

A FAPESP anunciou nesta terça-feira (22/12) os resultados da chamada Ciência para o Desenvolvimento, lançada em 2019, antes mesmo da pandemia da COVID-19, que tem como objetivo apoiar pesquisas orientadas para a solução de problemas nas áreas de saúde, segurança pública, alimentação e agricultura, desenvolvimento econômico, entre outras.

Foram aprovadas 12 propostas, no valor total de R$ 88 milhões, submetidas por consórcios de pesquisa formados por pesquisadores em universidades, secretarias de Estado, instituições públicas e privadas no país e no exterior e empresas. O evento de lançamento foi gravado em vídeo.

Núcleos de Pesquisa Orientados a Problemas de São Paulo

“O edital para a seleção de projetos de pesquisas orientadas à solução de problemas é uma nova forma de articular o meio acadêmico e a sociedade”, disse Marco Antonio Zago, presidente da FAPESP, no evento de apresentação dos resultados do edital.

O edital previa que as propostas deveriam ser submetidas por consórcios, denominados Núcleos de Pesquisa Orientados a Problemas de São Paulo (NPOPs), que articulassem parceiros no desenvolvimento de pesquisa para a solução de problemas.

Um dos projetos aprovados, o “NPOP – Desenvolvimento da cadeia de produção de componentes metálicos para manufatura aditiva”, por exemplo, voltado a investigações relacionadas a novas ligas de alumínio e aço, tem sede no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e envolve dez parceiros, entre eles a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), o Instituto Fraunhofer (IPK), na Alemanha, o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), a Gerdau, a Iochpe-Maxion e a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração. As pesquisas atendem a demandas da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Carlos Américo Pacheco, diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo da FAPESP, sublinhou que o edital teve como foco a pesquisa orientada à missão. “Nos últimos anos, depois que os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU entraram na pauta das agências de fomento, há uma ênfase crescente em orientar as ações das agências para pesquisas orientadas à missão.”

O “NPOP – Núcleo de Terapia Celular”, com sede na Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto, também aprovado no edital, por exemplo, articula pesquisadores na Fundação Butantan, no Instituto Butantan e na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) num projeto que visa ampliar a disponibilização de terapia celular e imunoterapias inovadoras para pacientes com neoplasias, entre outros objetivos.

“A pesquisa orientada à missão é um caminho para o desenvolvimento econômico inclusivo e sustentável”, disse Luiz Eugênio Mello, diretor científico da FAPESP.

O “NPOP – BIOTA Síntese”, com sede no Instituto de Estudos Avançados da USP, mobilizará 27 instituições parceiras na análise e síntese de soluções baseadas na natureza, para dar respostas a desafios da agricultura sustentável, segurança hídrica e controle de zoonoses.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, afirmou que o edital responderá a “grandes desafios” de São Paulo, mapeados pelas secretarias de Estado. Ela citou os exemplos dos NPOPs que terão como missão melhorar a qualidade do pescado e aumentar a produtividade dos citros, café e cana-de-açúcar produzidos no Estado.

Três NPOPs têm como objetivo atender a demandas de segurança pública. Um deles, com sede no Instituto de Matemática e Estatística da USP, em parceria com as empresas Avantia Tecnologia e Engenharia e Equinix do Brasil, desenvolverá pesquisas e tecnologia e capacitará recursos humanos para o monitoramento em tempo real de vídeo ao vivo, com o objetivo de detectar e rastrear pessoas e veículos, oferecendo subsídios para a segurança pública, transporte inteligente e vigilância epidemiológica.

O vice-governador Rodrigo Garcia, que também participou do evento, afirmou que, num ano tão difícil como 2020, as pesquisas para o avanço do conhecimento e para a solução de problemas, apoiadas pela FAPESP, foram um “diferencial” do Estado de São Paulo. “Em 2021, a FAPESP continuará com o seu papel no desenvolvimento de São Paulo.”

Projetos selecionados no edital:

Núcleo de Terapia Celular – NuTeC    
Pesquisador Responsável: Dimas Tadeu Covas
Instituição responsável: Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto/FUNDHERP/SSSP
Processo FAPESP: 2020/07055-9

Programa multicêntrico utilizando radioligantes de PSMA para o diagnóstico e terapia de pacientes com câncer de próstata
Pesquisador responsável: Wilson Aparecido Parejo Calvo
Instituição responsável: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares/IPEN/SDE
Processo FAPESP: 2020/07065-4

Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Imunobiológicos
Pesquisador responsável: Ana Maria Moro
Instituição responsável: Instituto Butantan/IB/SSSP
Processo FAPESP: 2020/07040-1

Pescado para a saúde – melhora da qualidade nutricional do pescado cultivado para consumo humano    
Pesquisador responsável: Daniel Eduardo Lavanholi de Lemos
Instituição responsável: Instituto Oceanográfico/IO/USP
Processo FAPESP: 2020/06830-9

Centro de Pesquisa e Desenvolvimento sobre Conhecimento ao Vivo
Pesquisador responsável: João Eduardo Ferreira   
Instituição responsável: Instituto de Matemática e Estatística/IME/USP
Processo FAPESP: 2020/06950-4

BIOTA Síntese – Núcleo de Análise e Síntese de Soluções Baseadas na Natureza     
Pesquisador Responsável: Jean Paul Walter Metzger 
Instituição responsável: Instituto de Estudos Avançados/IEA/USP
Processo FAPESP: 2020/06694-8

Inovação para Vigilância em Saúde (IViS)    
Pesquisador responsável: Paulo Rossi Menezes
Coordenadoria de Controle de Doenças/CCD/SSSP
Processo FAPESP: 2020/07050-7

Desenvolvimento da cadeia de produção de produção de componentes metálicos por manufatura aditiva
Pesquisador responsável: Mário Boccalini Júnior 
Instituição responsável: Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/IPT/SDE
Processo FAPESP: 2020/06984-6

PBIS – Plataforma Biotecnológica Integrada de Ingredientes Saudáveis 
Pesquisador responsável: Maria Teresa Bertoldo Pacheco
Instituição responsável: Instituto de Tecnologia de Alimentos/ITAL/SAASP
Processo FAPESP: 2020/07015-7

Estratégias biotecnológicas e genômicas para qualidade, produtividade e manejo sustentável de citros, café e cana-de-açúcar no Estado de São Paulo
Pesquisador responsável: Mariângela Cristofani-Yaly
Instituição responsável: Instituto Agronômico de Campinas/IAC/SAASP
Processo FAPESP: 2020/07045-3

Núcleo de Inteligência de Dados para o Gerenciamento de Cidades e Segurança – NInDA
Pesquisador responsável: Luis Gustavo Nonato
Instituição responsável: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação/ICMC/USP
Processo FAPESP: 2020/06899-9

Centro de Ciência Aplicada à Segurança (CCAS-FGV)    
Pesquisador responsável: João Luiz Becker
Instituição responsável: Escola de Administração de Empresas de São Paulo/EAESP/FGV
Processo FAPESP: 2020/07019-2

Rodrigo Amaral

Link

Leia no Portal RBN como mais notícias do Brasil e do mundo sobre: ​​Entretenimento, Esportes, Vida, Jogos, Cultura e muito mais! https://portalrbn.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA