Lançamento

“Falks 431” mistura o melhor do rock ao tempo

“Falks 431” mistura o melhor do rock ao tempo

Fernando Falks trabalha em suas músicas a relação do ser humano com o tempo e a vida 

O cantor e compositor Fernando Falks lança no dia 16 de julho, nas plataformas digitais, o EP Falks 431.

O disco traz quatro singles lançados no primeiro semestre deste ano: “Brancos Pelos”, Isso é o que Importa“, “Depois de Ontem” e “Florescer”. 

Em suas canções, Falks estabelece uma relação com o tempo para questionar o tempo, a vida, nossas ações e os acontecimentos.

Prestes a completar 44 anos, Falks explica que o 431 é um trocadilho numérico para brincar com o fator idade.

Sempre imaginei que o ideal para o lançamento destes primeiros trabalhos seria em forma de singles, mas depois de lançar as quatro primeiras músicas achei que seria legal ter um material que compilasse tudo. Além disso, gostaria de compartilhar com as pessoas uma das demos que tinha em voz e violão. Seria um material surpresa no final do EP”, explica Falks.

O processo de criação das músicas teve início em 2014 e foi finalizado durante a pandemia de Covid-19.

“Brancos Pelos” “Depois de Ontem” ficaram prontas primeiro. As músicas foram gravadas em São Paulo, no estúdio Barone Produções Musicais. O Marco Barone, produtor musical, tocou bateria nessas músicas. Paulo Madio gravou baixo, guitarra base e violão. Pedro Nucci fez guitarra solo em “Brancos Pelos”.

No estúdio do Ale Souza e do Fábio Ribeiro (ex-tecladista do Angra, Shaman e André Matos), também em São Paulo, foram gravadas “Florescer” e “Isso é o que Importa“, além de mixar e masterizar o EP.

Diferente das duas primeiras músicas, onde gravei somente as vozes, nestes outros dois sons gravei guitarra, baixo e violão. O Pedro Nucci também gravou guitarras em “Florescer”, diz Falks.

que tenho uma longa experiência em design e fotografia, decidi fazer a capa. Diferente dos singles, onde eu queria que os designers convidados expressassem graficamente o que sentiram a respeito da música, neste eu queria algo com minha imagem”, completa. 

“Falks 431” mistura o melhor do rock ao tempo

Links 

https://linktr.ee/fernandofalks​ 

Instagram: @fernandofalks 

Facebook: www.facebook.com/fernandofalks 

https://www.fernandofalks.com.br 

 

Bio 

Fernando Falks nasceu em São Paulo e começou a estudar piano aos 9 anos em uma escola livre de música. Depois, em conservatório, aprendeu órgão (aquele com dois teclados e pedaleira). Nessa época, percebeu que seu ouvido funcionava muito bem: a professora demostrava a música que deveria estudar. Fernando decorava a harmonia e a melodia no mesmo instante e tocava a música, na semana seguinte, sem precisar estudar. Resultado: nunca conseguiu dominar as partituras. 

Já adolescente, em igrejas, desenvolvi a prática nos instrumentos de teclas, mas também aprendi na raça a tocar violão, vendo os amigos tocarem e comprando revistas de acordes em bancas de jornal. 

Hoje, os instrumentos que aprendeu são ferramentas para poder compor ou acompanhar alguma música. Fernando nunca se tornou um mestre em nenhum deles, mas conseguiu uma experiência enorme no todo, nos instrumentos juntos, na dinâmica de um grupo, de uma banda. 

Fernando participou de várias bandas de pop rock, tocou e cantou muito cover em casas noturnas, mas desde 2014 percebeu que deveria deixar algo para a posteridade. Assim, resolveu escrever músicas de autoria própria.