Conecte-se conosco

Festival

Educomunicação: “em terra de cego, quem tem um olho é rei”

Publicado

em

*Silene Lourenço, especialista em educomunicação e palestrante do Festival Oikonomia

Desde “O dia em que a Terra parou” e Raul Seixas passou a ser lembrado mais como um profeta do que como um “Maluco Beleza”, vivemos sob a ameaça de um inimigo global, sempre à espreita frente a sua determinação: o coronavírus parece decidido a fazer justiça no planeta eliminando a espécie que mais prejudicou todas as demais: a espécie humana.

É verdade que mesmo antes da pandemia as coisas já não iam lá muito bem. O mundo parecia ter virado do avesso. Mas, a necessidade de isolamento social frente à crise sanitária agravou a situação. Muitos foram paralisados pelo medo e pela tristeza diante do luto real ou em potencial. Outros optaram por ignorar a realidade e passaram a viver em um mundo paralelo. O sentimento é de que estamos vivendo um “fim dos tempos” sem fim.

Fake News, terraplanismo, desinformação, negacionismo, desinfodemia, discurso de ódio, lacração, cultura do cancelamento: esses são alguns conceitos que definem o “novo normal”, ao menos no âmbito das mídias sociais. Entender esse estado de coisas não é fácil, demanda esforço coletivo e muita criticidade para que se possa agir. Afinal, “em terra de cego, quem tem um olho é rei”, diz a sabedoria popular.

Durante o Festival Oikonomia, projeto de imersão em economia criativa, educomunicação e cultura, falaremos da educomunicação como um possível caminho para a compreensão e superação da atual realidade, por meio do exercício de aprendizagem permanente do nosso direito à informação de qualidade e à liberdade responsável de expressão.

O evento é online e gratuito e acontece entre os dias 28 e 30 de abril. As inscrições podem ser realizadas no endereço https://forms.gle/kkcBazqDi6wEX6fm6.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA