conecte-se conosco

Futebol

Destaque no Atlético-MG, Hyoran encerra temporada atípica como a melhor da carreira até o momento

Avatar

Publicado

em

Contratado por empréstimo no início de 2020 junto ao Palmeiras, Hyoran aos poucos foi conquistando seu espaço com a camisa atleticana. Aos 27 anos, o meia foi um dos destaques do Galo na temporada, que considera sua melhor da carreira até o momento, e acabou sendo adquirido em definitivo pelo clube mineiro.

“Eu e minha família nos adaptamos muito rápido em Belo Horizonte. Estou muito feliz por ter a oportunidade de continuar escrevendo a minha história com essa camisa. Só tenho a agradecer a diretoria, meus companheiros, comissão técnica e aos torcedores, que mesmo de longe sempre me mandaram muitas mensagens positivas”, revelou o meia.

Na última temporada, contando os jogos de 2020 e 2021 do Brasileirão, Hyoran disputou 47 jogos pelo Galo, tendo anotado nove gols e contribuído com mais cinco assistências.

“Considero que essa tenha sido a minha melhor temporada individualmente. Em 2018, quando conquistei o título brasileiro pelo Palmeiras, tive números semelhantes, mas nessa temporada acredito que pude mostrar um pouco mais do meu futebol”, analisou o jogador, que foi vice artilheiro do time no Mineirão com seis gols, atrás de Keno, que anotou sete.

Após a vitória sobre o Palmeiras por 2×0, na última rodada do Brasileirão, o Atlético-MG finalizou a competição na terceira colocação com 68 pontos e uma vaga direta na Copa Libertadores.

“Queríamos muito ter conquistado esse título, mas infelizmente tropeçamos em alguns jogos nessa reta final. Agora é descansar esses próximos dias e voltar com tudo para buscar nossos objetivos na temporada 2021”, finalizou Hyoran, que deve se reapresentar ao clube no dia 08 de março.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Futebol

Soares comemora conquista da Supercopa da Romênia e projeta disputa por mais um título

Avatar

Publicado

em

Na última quinta-feira (15), o CFR Cluj conquistou a Supercopa da
Romênia em final disputada contra o FCSB. A partida terminou 0x0 no
tempo normal e nos pênaltis, a equipe do volante brasileiro Soares,
venceu por 4×1 e conseguiu o título da competição.

“A sensação de conquistar meu primeiro título pelo Cluj é muito boa e
única, mas não só como eu, toda minha família está contente, todos
estavam na torcida e me ajudaram muito a chegar até aqui.”

A equipe agora volta suas atenções ao Campeonato Romeno, onde está na
reta final e o Cluj está na segunda posição com 64 pontos, um a menos
que o líder, que foi seu adversário na supercopa. Além disso, o campeão
consegue uma vaga nos playoffs da próxima Champions League.

“Agora queremos conquistar mais um troféu que estamos na disputa, temos
mais dez partidas pelo campeonato nacional e cada jogo será uma final,
para sairmos com mais esse título e a classificação para o maior torneio
da Europa.”

Soares tem 32 anos e está atuando em sua primeira temporada no futebol
romeno, antes, nas últimas dez temporadas, o jogador estava no futebol
português em times da primeira divisão. No Brasil, passou pelo Vila
Nova, clube que o revelou.

Continue lendo

Futebol

Caio Rocha fala sobre encerramento antecipado da Liga de Malta e comemora classificação para a próxima Liga Europa

Avatar

Publicado

em

Após um mês de paralização do futebol em Malta por causa da pandemia, a
federação decidiu encerrar de forma antecipada as competições do país.
Com a decisão, o Birkirkara, do atacante brasileiro Caio Rocha, terminou
o campeonato na quarta posição e conseguiu a classificação para a
próxima Liga Europa.

“Não é nada agradável encerrar uma temporada antecipadamente, ainda mais
porque poderia terminar o campeonato da maneira correta. É muito
desgastante psicologicamente para nós jogadores ficar nessa situação
durante um mês sem saber se continuaríamos ou finalizaria a competição.
Tem jogadores que receberão seu salário apenas até o último dia que
treinarem e com isso muitos ficarão com três meses a menos de salários
do que o normal.”

Na temporada passada, o campeonato nacional também terminou de forma
antecipada por causa da pandemia, mas o Birkirkara não se classificou
para a Liga Europa por causa de dois pontos a menos. Na atual, além de
estar na zona de classificação, a equipe estava nas quartas de final da
Copa de Malta.

“A sensação de classificar o time é maravilhosa, sabendo de todo o
trabalho que fizemos na temporada passada e nessa, pois foram muito
parecidas. Tivemos um início muito ruim onde as coisas não davam certo e
perdemos muitos pontos, mas mostramos que somos fortes para superar e
dar a volta por cima, recuperamos e conseguimos terminar classificados.”

Caio Rocha tem 26 anos e foi formado nas categorias de base do Coritiba,
antes de vir ao Brasil, dos 12 aos 14 anos, passou pelo Real Mallorca,
da Espanha. O jogador está na sua segunda temporada no futebol maltês,
onde é titular absoluto e um dos artilheiros do time.

Continue lendo

Futebol

Após acesso com o Londrina, Gedeilson é regularizado pelo Maringá e pode estrear diante do Paraná

Avatar

Publicado

em

Nesta segunda-feira, o lateral-direito Gedeilson completa uma semana desde a sua chegada ao Maringá. Ele foi contratado pelo clube após ser um dos principais destaques na campanha do acesso do Londrina à Série B na última temporada.

Gedeilson fez diversos elogios aos primeiros sete dias em seu novo clube. “Me chamou muita atenção que não existe vaidade. Fui muito bem recepcionado por todos: elenco, comissão técnica, diretoria e colaboradores do clube. Esse bom ambiente é fundamental e te deixa confortável para realizar um bom trabalho. Fiquei muito satisfeito na minha primeira semana como jogador do Maringá”, destacou o atleta de 28 anos.

O nome de Gedeilson já foi publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Portanto, ele está apto a estrear pelo Maringá nesta quarta-feira, às 11h, diante do Paraná no estádio Durival Britto. “Minha expectativa é já iniciar como titular e fazer uma boa estreia. É um jogo de boa visibilidade, contra um dos principais clubes do estado. Vim para o Maringá com o intuito de ajudar o clube a reagir no estadual e espero ajudar na busca da primeira vitória do time na competição”, enfatizou o lateral. Em quatro jogos, o tricolor tem dois empates e duas derrotas no estadual.

Apesar de ter atuado no Londrina na última temporada, Gedeilson nunca atuou no Campeonato Paranaense. A força da competição foi um dos motivos que o fizeram acertar com o Maringá. “Já pude conhecer a força do futebol no Paraná com a campanha positiva que tive no Londrina numa competição nacional. Agora terei a oportunidade de jogar no estadual e vim com intuito de fazer história coletivamente e individualmente. No aspecto coletivo, vou me doar ao máximo para ajudar o Maringá a atingir suas metas e no aspecto individual estou preparado para ser um dos melhores laterais do Paranaense”, concluiu.

Continue lendo

TENDÊNCIA