Conecte-se conosco

Estilo e Vida

Decoração: saiba a diferença entre concreto e cimento queimado

Publicado

em

Decoração: saiba a diferença entre concreto e cimento queimado

Se você é uma pessoa antenada na área de arquitetura, design de interiores e decoração, já deve ter percebido que o cimento queimado está em alta, assim como o concreto, nas decorações, tanto de casas, quanto de locais mais comerciais. Algumas casas, inclusive, já constam com esses materiais ainda na planta ao serem entregues pelas construtoras. Isso porque o estilo de construção industrial, rústico e retrô está na moda nos últimos anos, e, tanto o cimento queimado, quanto o concreto, fazem parte deste estilo. Mas, afinal, qual a diferença entre concreto e cimento queimado? Qual o melhor para usar na decoração do seu lar ou do seu comércio?

Segundo o arquiteto Bruno Moraes, o concreto é mais indicado para ambientes em que seja necessário ter mais resistência no ambiente e para quem não tem tanto para gastar com a manutenção, combinando bastante com ambientes mais urbanos. Já o cimento queimado tem um custo-benefício mais propício para quem quer investir em um ambiente mais charmoso no revestimento dos pisos e das paredes.

A composição dos dois materiais, apesar de serem um tanto semelhantes, influencia diretamente na aparência, na resistência e na durabilidade deles. O cimento queimado, por exemplo, tem a sua composição feita por areia para construção, água e cimento misturados, sendo mais indicado para o acabamento da decoração. Já o concreto é composto por areia, água, cimento e pedra, sendo este último componente importante para dar mais resistência. Ao ser polido com esmerilhadeira, o concreto pode se tornar tão charmoso quanto o cimento queimado nos interiores.

Tudo depende, basicamente, do efeito que você deseja causar no ambiente: se você pretende adotar um estilo mais parecido com os modernistas, o cimento queimado é a sua opção ideal – afinal, era este material que compunha os lares populares no século passado, visto que o seu custo era baixo e servia para revestir as instalações, e hoje é utilizado inclusive em projetos arquitetônicos de indústrias. No entanto, o cimento queimado não é bom para locais em que há muita umidade – aqui entra uma das vantagens do concreto, que, além de amenizar infiltrações, pode ser mais resistente.

Qualquer que seja a sua decisão, no entanto, o mais importante é sempre consultar os arquitetos e engenheiros responsáveis pelo projeto do seu lar ou do seu comércio para certificar-se de que os materiais que serão utilizados na construção serão os ideais e de acordo com o seu uso.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Light Dark Dark Light