Conheça 3 dicas de como investir na terceira idade
0

Mesmo para aposentados, gastos aumentam e dificuldades financeiras podem aparecer; veja algumas dicas de como adquirir uma renda extra ao envelhecer

Muitos acreditam que terão uma renda tranquila quando se aposentarem, devido à previdência pública, mas a realidade é bem diferente. Em contrapartida, a maioria tem medo de não receber um valor adequado a seu padrão de vida. Pois em algum momento não se preparou devidamente para essa etapa. É então que se destacam as vantagens de investir na terceira idade.

Com o aumento da expectativa de vida no Brasil e o envelhecimento da população. Hoje há mais pessoas idosas no país do que antigamente e isso acarretou em um sistema previdenciário mais instável e inseguro. O modelo atual faz com que os empregados ativos de hoje paguem os salários aos aposentados.

Investir na terceira idade: já é tarde demais?

Definitivamente não existem regras quando o assunto é idade para começar a investir. Porém, em cada fase da vida, é possível observar alguns padrões que de escolhas na hora de aplicar o dinheiro. Cada faixa etária tem seus pontos facilitadores, assim como pontos de atenção que precisam ser considerados na hora de escolher onde aplicar o dinheiro. Sendo possível investir na terceira idade, assim como na infância.

É costume dizer que quanto mais jovem, melhor, quando o assunto é fazer economias. Até mesmo menores de idade podem aplicar quantias. Eles têm a vantagem de, quando chegarem na vida adulta e na terceira idade, poderem usufruir de quantias maiores. Porém os empecilhos nessa fase da vida envolvem trâmites legais, sendo necessário a autorização dos pais. Além da dificuldade ligada à quantidade de dinheiro disponível, que geralmente se resume ao que sobra da mesada. Portanto, para as crianças, o mais indicado é poupar essas sobras e investir a soma dos valores de vários meses em opções de investimento com retorno a longo prazo.

Já os jovens, com mais de 18 anos, conseguem investir quantidades um pouco maiores, porém pequenas comparado a quem já é financeiramente estável e independente. Mas também desfrutam da oportunidade de aplicação com resgate a longo prazo. Ainda é possível mesclar com outras de médio prazo para a realização de sonhos que costumam aparecer nessa faixa etária, como a compra do primeiro carro ou casa, por exemplo.

Os adultos de meia idade costumam investir também pensando na família. Nesse caso, podendo distribuir sua renda em aplicações destinadas aos filhos e suas demandas, como faculdade e estabilidade financeira futura. Apesar desse cenário comum, no qual o investidor não vai desfrutar pessoalmente de todo o dinheiro guardado, comumente há a oportunidade de investir quantias mais altas. Essas, consequentemente, oferecem um retorno maior em menos tempo.

Como é na terceira idade?

Para quem quer investir na terceira idade, uma das grandes vantagens é a independência financeira. Sendo possível, em muitos casos, deixar de pensar nos gastos com outros integrantes da família, que também já atingiram a maturidade financeira. Dessa forma, podem usar o dinheiro sobressalente na íntegra para investimentos da sua preferência. O indicado é dar maior foco nas opções de curto prazo para poder desfrutar logo da renda extra.

Diante desse cenário, há muitas possibilidades de trabalhadores e aposentados investirem seu dinheiro em busca de uma renda extra. Uma boa aposentadoria significa estabilidade, e neste caso, conquistá-la o quanto antes é melhor ainda. O esforço será menor ao se aposentar em casos de investimento enquanto jovem. Caso já tenha passado dessa fase, listamos aqui algumas dicas para você investir mesmo sendo aposentado.

Investir em fundos imobiliários

Caso você seja um investidor conservador, fundos imobiliários são uma boa forma de se investir. Neles, apesar de haver períodos instáveis, via de regra, é bem lucrativo. Caso seu objetivo seja ter rendimentos estáveis e sem sustos, evite fundos de locais alugados, ou com poucos inquilinos, pois pode haver oscilação, e você sair com um valor menor do que investiu.

Busque opções como bancos e corretoras, pois elas costumam oferecer relatórios sobre o mercado imobiliário de forma gratuita. Assim, você terá uma noção de como investir e ter lucros. Com o valor da taxa FII (Fundo de Investimento Imobiliário) baixo, é fácil estudar boas opções. As maiores vantagens é evitar custos altos e sustos no decorrer do caminho.

Fundos de investimentos

Aplicar em fundos de investimentos de renda fixa é muito vantajoso em longo prazo, pois pode garantir rentabilidades maiores do que as aplicações. Com o teto do INSS podendo chegar a R$ 7.000 em 2022, o aposentado pode procurar oportunidades no mercado que irão garantir um retorno financeiro aceitável.

Existem diversos fundos que são bem vantajosos na hora de investir, cada um com uma estratégia diferente, como aporte em ações na bolsa, ou multimercado. O investidor deve procurar a opção que melhor se enquadre ao seu perfil e ao valor investido.

Calcular gastos antes de se aposentar

Se preparar antes de se aposentar é ainda melhor para conseguir investir em algo bastante rentável, por isso os trabalhadores ativos devem estar atentos. Calcule todos os gastos que você terá, como plano de saúde, transporte, alimentação, entre outros. Assim, é possível se preparar, pois, nessa etapa da vida, você terá mais gastos.

Amanda Mathias
Atua como assessora de imprensa, redatora e Link Builder na Conversion. Escreve sobre cidades, cotidiano, tecnologia, e-commerce e cultura.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar