Conecte-se conosco

Economia

COELBA RECUPERA 276 MILHÕES DE kWh EM OPERAÇÕES DE COMBATE AO FURTO DE ENERGIA

Publicado

em

COELBA RECUPERA 276 MILHÕES DE kWh EM OPERAÇÕES DE COMBATE AO FURTO DE ENERGIA

As ações da Coelba de combate ao furto de energia durante o ano de 2020 totalizaram 207 mil inspeções em todo o estado, o que possibilitou a recuperação de 276 milhões de quilowatts-hora (kWh) que vinham sendo desviados da rede da concessionária. Foram encontradas e desativadas, ao longo do ano, 84 mil ligações irregulares, 15% a mais no comparativo com 2019.

As inspeções, chamadas de “Operação Varredura”, foram realizadas em residências, estabelecimentos comerciais, pequenos e grandes produtores do agronegócio e do setor de manufatura. O volume de energia recuperada é suficiente para abastecer 2,4 milhões de residências durante um mês ou toda a cidade de Feira de Santana durante quatro meses.

Em Salvador, no mês de outubro, uma operação de fiscalização em bares e restaurantes na orla da Barra flagrou sete estabelecimentos comerciais com ligações clandestinas.  Os técnicos da distribuidora desativaram o desvio de energia e os proprietários foram autuados.

Foram mais de 58 mil fiscalizações realizadas em Salvador e Região Metropolitana durante o ano. Os técnicos encontraram 34 mil irregularidades, um total de 52 milhões de kWh recuperados. O volume é suficiente para abastecer 452 mil residências ou as cidades de Lauro de Freitas e Simões Filho, juntas, durante um mês.

Uma grande operação em diversos pontos do estado, em conjunto com a Polícia Civil, no mês de setembro, identificou o furto de energia em 12 propriedades, entre elas grandes fazendas de irrigação, plantação de café e cultivo de camarão nos municípios de Juazeiro, Valença, Teixeira de Freitas, Paulo Afonso e Senhor do Bomfim. As equipes desativaram redes elétricas construídas clandestinamente e recuperaram 2,3 milhões de kWh de energia. Cinco pessoas foram autuadas em flagrante e encaminhadas à delegacia.

O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão. Além de representar riscos de acidentes graves à população, a energia furtada também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

COMO DENUCIAR

A Coelba reforça a importância da denúncia de fraudes e furtos de energia. O apoio da comunidade é essencial para identificar os desvios e acionar a distribuidora. As denúncias são feitas de forma anônima, através do telefone 116 ou pelo site www.coelba.com.br, na parte de Serviços, na aba Denúncia de Irregularidade.

SEGURANÇA

As operações de fiscalização também são realizadas com o apoio da Secretária de Segurança Pública, em todo o estado, e tem como objetivo conscientizar a população sobre os riscos e impactos das irregularidades.

A Coelba reforça que quem faz ligação clandestina corre o risco de sofrer acidentes graves, pois envolve a manipulação de circuitos energizados. Os técnicos da Coelba recebem horas de treinamentos específicos para atuar na rede elétrica. 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Light Dark Dark Light