Conecte-se conosco

BA

CLN: BA-099 teve redução de 13% em acidentes com vítimas

Publicado

em

CLN: BA-099 teve redução de 13% em acidentes com vítimas

No balanço de 2020, concessionária investiu mais de R$ 30 milhões em melhorias viárias   

No último ano, foram registrados índices positivos na BA-099 – rodovia administrada pela Concessionária Litoral Norte (CLN), uma empresa do grupo Invepar. Um dos principais foi a queda da quantidade de acidentes com vítimas, que apresentou redução de 13%, caindo de 224 ocorrências em 2019 para 195 em 2020”.    

 
Também houve redução de 40% nos registros de animais na rodovia (foram 1.756 ocorrências em 2019, contra 1.045 em 2020). Ainda houve diminuição nas ocorrências de objetos na pista (169 em 2019 e 109 em 2020, com 32% a menos de registros) e incêndios (91 em 2019 contra 54 em 2020, numa redução aproximada de 40%). Os atendimentos clínicos também diminuíram de 273 em 2019 para 265 em 2020, resultando numa queda de 3% das ocorrências.   
 
Por outro lado, o número de atendimentos mecânicos aumentou 5% em relação ao ano anterior. Em 2020, também foram realizados 2472 atendimentos, 112 a mais que em 2019.    
 
“Mesmo com todos os desafios que se apresentaram, conseguimos manter nosso planejamento para o ano, honrar nossas entregas e manter nossos serviços com a mesma qualidade de excelência para os nossos usuários”, afirma Guilherme Hupsel, diretor-superintendente da CLN.    

Atendimento ao Usuário  

Ao longo do ano, a concessionária manteve de forma ininterrupta os serviços prestados na rodovia. Entre eles, estão o atendimento médico e mecânico entre os km 7,7 e 54 que funcionam diariamente em regime 24h, podendo ser solicitados em qualquer horário, por meio do 0800 071 3233. Em 2020, foram realizados cerca de 11 mil atendimentos.   

Obras e manutenção      

A empresa também é responsável pela manutenção e o bom estado de conservação da rodovia, semanalmente executando obras em quase toda extensão da BA-099 desde o km 7,7 até o 191, na divisa da Bahia com o estado de Sergipe, além de 06 acessos à rodovia, que estão nos quilômetros 24 (Arembepe), 54 (Praia do Forte), 79 (Porto Sauípe), 100 (Subaúma), 120 (Baixios) e 152 (Conde).    
 
Em 2020, a CLN investiu aproximadamente R$ 30 milhões em obras de manutenção ao longo do trecho sob sua responsabilidade. Entre os principais serviços realizados estão a pavimentação da rodovia, sinalização e dispositivos de segurança, além de revitalização da ponte sobre o Rio Capivara, Tambaí, Saco e Sonrisal.    

Projetos Socioambientais   

A concessionária atua ainda na região do Litoral Norte por meio de iniciativas socioambientais que têm por objetivo preservar a fauna e flora local, assim como contribuir com a educação para o trânsito, buscando a redução de acidentes.      
 
Entre as iniciativas que contaram com o investimento da CLN ao longo do ano passado, está o Projeto Preguiça de Coleira, voltado para a preservação desta espécie animal que habita a região da Reserva Sapiranga. O projeto já conseguiu catalogar 26 espécimes no litoral norte, e vem obtendo informações que contribuem com novas práticas no objetivo de perpetuar a espécie, atualmente em risco de extinção, nesta localidade.     
 
Além do projeto citado, o Programa Atitude Segura & Gentileza, seguiu com as suas ações, contribuindo com a educação para o trânsito por meio de blitzen educativas e campanhas de conscientização dos motoristas.       

COVID-19

A empresa também realizou ações para minimizar o impacto negativo trazido pela pandemia aos seus colaboradores, comunidades e usuários. Entre elas está a entrega de 13 toneladas de alimentos não perecíveis e 2 mil litros de material de higiene às comunidades da região, visando somar com a prevenção do vírus e mitigação de seus impactos. Também foram feitas blitzen educativas com aferição de temperatura e pressão arterial a mais de 5 mil caminhoneiros que trafegaram pela BA-099. Ao todo mais de 10 mil pessoas foram beneficiadas.   
 
A CLN também reforçou sua rotina de limpeza, para conter os riscos de contaminação. Na praça de pedágio foram instalados dispensers de álcool em gel para os motoristas e operadores das cabines para serem usados após o manuseio do troco.    
 
A organização ainda distribuiu 5.000 tags para uso das pistas automáticas, como forma de reduzir o contato físico entre clientes e operadores.   

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Light Dark Dark Light