0

Você já está há alguns meses fazendo dietas e exercícios físicos e não consegue obter resultados satisfatórios? Saiba que isso pode ser uma questão que está além de dieta saudável e exercícios físicos. A falta de micronutrientes no organismo deixa o metabolismo mais lento, o que dificulta a perda de peso. Marcelo Almeida, que atua na área de medicina integrativa, com expertise em emagrecimento e performance, explica melhor como isso acontece.

Os micronutrientes (minerais e vitaminas) são essenciais para o bom funcionamento do organismoSua principal função é facilitar as reações químicas que ocorrem no corpo. São eles, inclusive, que permitem a transformação das calorias em energia

Se não há minerais (como o ferro, o cálcio, zinco, etc) ou vitaminas disponíveis em quantidade suficiente no corpo o metabolismo não funciona corretamente e aquela caloria que seria transformada em energia, termina sendo acumulada em forma de gordura.  Logo, a deficiência dessas substâncias é um obstáculo ao emagrecimento.

Alimentação saudável basta? 

É importante saber que mesmo uma dieta rica em vegetais e legumes pode não ser suficiente para que o metabolismo funcione corretamente. A deficiência de micronutrientes muitas vezes se dá por uma absorção inadequada (ou algum problema no intestino”, elucida o médico O intestino funciona como um “porteiro”, que diz o que entra e o que não entra na célula. Se ele não está funcionando de forma adequada, mesmo que você faça uma dieta saudávelnão há uma absorção dos nutrientes como deveria”, comenta. Esse processo é chamado de fome oculta e provoca o desejo constante por se alimentar. 

Equilíbrio 

Além da dificuldade em perder peso, Marcelo aponta que cabelo, pele e unhas, são os maiores indicadores de carência de vitaminas. Isso pode ser solucionado quando se corrige o problema intestinal. Para tal, é preciso fazer exames e identificar quais são os nutrientes que a pessoa necessita e fazer ajustes através de fórmulas ou prescrições. “Quando eu consigo ajustar essas doses, faço com que a pessoa queime a gordura que estava guardada, porque eu melhorei a questão metabólica. Obviamente é um trabalho conjunto, pois é preciso que a pessoa gaste energia pra isso”, comenta.

Ainda segundo ele, os complexos vitamínicos não são os mais indicados para regular o metabolismo, por ter uma dosagem padrão para todos. “A prescrição para ser efetiva, precisa ser individualizada e isso conseguimos através das farmácias de manipulação, acrescentou Marcelo 

Doses individualizadas 

Na Singular Pharma é possível formular vitaminas e minerais em diversas formas, como cápsulas gelatinosas, comprimido sublingual, pastilhas, sachês pra dissolução em água e outras.  De acordo com Edza Brasil, sócia e farmacêutica responsável pela empresa, quem vai determinar a forma escolhida é o ativo, objetivando a sua melhor absorvido no organismo. “Porém, melhor será a adesão ao tratamento quanto maior a aceitação do cliente pela forma, assim gerando melhores resultados”, afirma.

Ainda segundo ela, as formas vão depender da quantidade e associação das vitaminas e minerais. Em caso de pequenas quantidades, as mais indicadas são cápsulas ou pastilhas. Já no caso de polivitamínicos e minerais, as melhores opções são sachê e xarope. Nesses casos, não há diferença na absorção. A única exceção é a vitamina D3, que tem melhor resultado em gotas lipofílicas.

Sugestão de FonteMarcelo Almeida, que atua na área de medicina integrativa, com expertise em emagrecimento e performance

centralrbn

Braskem e Haldor Topsoe produzem pela primeira vez bio-MEG renovável, a partir de açúcar

Artigo anterior

Território paulista registra 41 mil óbitos e 1,19 milhão casos de coronavírus

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde