0

Com 1.010 peças, a mostra foi feita para destacar o valor e a importância dos animais, em especial os cachorros: “A enorme quantidade de origamis de cachorros, simboliza a grande quantidade de animais que estão buscando um lar e guardando muito amor para dar para nós”, explica Danilo

O Brasil acaba de ganhar mais um representante no livro dos recordes, ou melhor, uma dupla! Danilo Schwarz (Astrólogo no Instagram @tarotmecontou) e Meire Matayoshi (Origamista no Instagram @origamisdamey) de São Paulo, Brasil, ganharam um título do Guinness World Records para a maior exibição de cães de origami. Com um total de 1.010 peças, a mostra representa o vasto número de cães desabrigados que desejam compartilhar seu amor incondicional, companheirismo e lealdade com o homem.

Este trabalho de amor levou 60 dias para ser montado, usando papéis coloridos nas cores do arco-íris: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo e roxo. Com o objetivo de destacar o valor e a importância dos animais, em particular dos cães, Danilo e Meire veem isso como uma conquista notável:

“A enorme quantidade de origamis de cachorros, simboliza a grande quantidade de animais que estão buscando um lar e guardando muito amor para dar para nós. Os cachorros representam proteção, bondade, o melhor companheiro e amigo do homem, um animal que compartilha o puro amor incondicional com os humanos”, explica Danilo.

O origami é uma forma de arte que se originou no Japão e consiste em dobrar um pedaço de papel cuidadosamente para criar animais e outras formas reconhecíveis. Variando de designs básicos a complexos, os artistas transformam o papel em uma infinidade de formas e tamanhos, tudo sem cortar ou colar. Esta técnica de dobragem permite que a criatividade e a imaginação das pessoas aumentem – e às vezes, até mesmo leva à quebra de recordes.

Inicialmente intimidados pelos números que precisavam criar, Danilo e Meire não previram o quão agradável seria a experiência. A prática de dobrar tornou-se terapêutica, o que os ajudou a ter uma sensação de calma e conexão com o momento presente, o que tem sido crucial nestes tempos.

“Dobrar é uma terapia. Você inicia as dobras iniciais e, antes que perceba, já tem a peça pronta. Talvez no começo a dobradura não saia do jeito que você quer, mas tem que continuar tentando e vai ficar mais fácil com a prática ”, disse Meire.

Danilo pretende continuar batendo recordes. Uma de suas aspirações é estabelecer o recorde da maior aula de astrologia. Os 1.010 Origamis estão procurando um lar em São Paulo, entre em contato no e-mail contato@tarotmecontou.com para exposição e/ou arquivamento das peças.

centralrbn

Uma viagem virtual ao Arquivo Histórico da Salvatore Ferragamo

Artigo anterior

AGORA assina contrato de distribuição com a Huawei e reforça atuação no mercado de Tecnologia da Informação

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Notícias