0

Após a parceria com o Estado da Bahia para facilitar o acesso da população a alimentos em meio à pandemia de covid-19, o Assaí Atacadista realizou uma nova ação social para seguir beneficiando diretamente a população baiana. A rede reverteu 100% do que teria sido o lucro gerado com as compras feitas através do vale-alimentação estudantil em suas lojas, e distribuiu mais de 9 mil cestas básicas a instituições beneficentes da região. As entidades trabalham principalmente com pessoas em situação de vulnerabilidade social e a distribuição das cestas ocorreu entre julho e dezembro de 2020.

Os valores são equivalentes a mais de 100 toneladas de alimentos que chegaram diretamente às mesas de 39 mil pessoas, e representam mais de R$ 420 mil revertidos diretamente para a população da Bahia. As doações foram realizadas por iniciativa da rede, por meio do Instituto GPA, em todas as cidades onde o Assaí tem lojas no Estado, contemplando a capital e o interior nos municípios de Salvador, Juazeiro, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Jequié, Paulo Afonso, Ilhéus, Camaçari, Lauro de Freitas, Guanambi, Senhor do Bonfim, Serrinha e Itapetinga.

O acordo foi uma bem sucedida parceria público-privada com a atual gestão do governo estadual, firmada em abril de 2020. O objetivo foi facilitar o acesso dos estudantes e de suas famílias a produtos alimentícios e tratou-se de uma medida emergencial para a pandemia de covid-19. Mais de 150 mil estudantes puderam utilizar o vale-alimentação para fazer compras nas lojas do Assaí com a segurança dos protocolos sanitários instalados nas unidades. A ação durou entre 20/4 a 05/07.

Sandro Oliveira, Diretor Regional de Operações do Assaí, destaca que as doações reforçam o compromisso da rede com o povo baiano e ressalta que o Assaí pretende continuar investindo no Estado. “Ficamos muito felizes de poder contribuir diretamente com a população baiana, junto do compromisso firmado com o governo estadual. Hoje, a Bahia possui a maior quantidade de lojas do Assaí na região Nordeste, e a 3ª posição em número de unidades por Estados de todo o Brasil. São 3,8 mil funcionários nas 16 lojas distribuídas em 13 cidades baianas. Temos planos de seguir crescendo aqui, tanto na capital quanto no interior, entregando sempre a melhor opção de compra para os nossos clientes e nos aproximando cada dia mais da população baiana”, finaliza.

centralrbn

Dupla de Bruno Soares decide título antes de Australian Open

Artigo anterior

EM OPERAÇÃO NO OESTE, COELBA FLAGRA FURTO DE ENERGIA EM FAZENDAS DE ALGODÃO E SOJA

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BA