0

Pesquisa da SC Johnson mostra mudanças significativas nos hábitos de desinfecção dos brasileiros

A SC Johnson anunciou os resultados regionais de uma nova pesquisa que destaca mudanças importantes no comportamento de higiene entre os brasileiros durante a pandemia da COVID-19. A nível nacional, o levantamento*  realizado pela empresa descobriu que 63% – quase dois em cada três brasileiros – mudaram seus hábitos de desinfecção em suas casas durante a pandemia.

“Essa pesquisa mostra que a pandemia mudou as percepções e hábitos das pessoas sobre como se protegerem”, afirma Tatiana Ganem, gerente geral da SC Johnson Brasil. “É muito importante que as pessoas mantenham seus hábitos de desinfecção como parte de suas rotinas de limpeza regulares para proteger suas famílias de vírus, germes e bactérias.”

Dados regionais

A pesquisa revelou mudanças de comportamento dos brasileiros como resultado da pandemia da COVID-19, além de mostrar que os entrevistados estão ansiosos por mais informações sobre a prevenção de doenças causadas por germes, bactérias e vírus. Como uma empresa familiar, a SC Johnson tem o compromisso de ajudar a proteger as famílias dessas doenças, bem como fornecer transparência com os ingredientes de seus produtos.

REGIÃO NORTE

  • 66% dos brasileiros da região Norte mudaram a frequência da desinfecção de suas casas para todos os dias durante a pandemia, contra 38% antes da pandemia.
  • 18% dos consumidores da região consideram que precisam de mais informações sobre prevenção de doenças causadas por germes, bactérias e vírus.

REGIÃO NORDESTE

  • 70% dos brasileiros da região Nordeste mudaram a frequência de desinfecção de suas casas para todos os dias durante a pandemia, contra 29% antes da pandemia.
  • 21% dos consumidores da região consideram que precisam de mais informações sobre prevenção de doenças causadas por germes, bactérias e vírus.

REGIÃO CENTRO-OESTE

  • 70% dos brasileiros da região Centro-Oeste mudaram a frequência da desinfecção de suas casas para todos os dias durante a pandemia, contra 31% antes da pandemia.
  • 27% dos consumidores da região consideram que precisam de mais informações sobre prevenção de doenças causadas por germes, bactérias e vírus.

REGIÃO SUDESTE

  • 58% dos brasileiros da região Sudeste mudaram a frequência da desinfecção de suas casas para todos os dias durante a pandemia, contra 24% antes da pandemia.
  • 16% dos consumidores da região consideram que precisam de mais informações sobre prevenção de doenças causadas por germes, bactérias e vírus.

REGIÃO SUL

  • 58% dos brasileiros da região Sul mudaram a frequência da desinfecção de suas casas para todos os dias durante a pandemia, contra 28% antes da pandemia.
  • 32% dos consumidores da região consideram que precisam de mais informações sobre prevenção de doenças causadas por germes, bactérias e vírus.

Variações regionais do comportamento de desinfecção dos brasileiros antes, durante e depois da pandemia:

Região Frequência Antes da pandemia Durante a pandemia Depois da pandemia
Norte Todo dia 38% 66% 53%
Ao menos 2 vezes por semana 54% 85% 71%
Nordeste Todo dia 29% 70% 41%
Ao menos 2 vezes por semana 52% 92% 71%
Centro-Oeste Todo dia 31% 70% 38%
Ao menos 2 vezes por semana 49% 88% 59%
Sudeste Todo dia 24% 58% 30%
Ao menos 2 vezes por semana 48% 87% 68%
Sul Todo dia 28% 58% 30%
Ao menos 2 vezes por semana 45% 91% 56%

*Pesquisa encomendada pela SC Johnson e conduzida entre uma amostra de adultos que usaram produtos desinfetantes nos últimos 6 meses. No total, 3.000 entrevistados na Argentina, Brasil e México (1.000 por país) responderam a um questionário online em setembro de 2020.

centralrbn

As lições da história em três mil anos de política

Artigo anterior

Saiba como preparar a torta perfeita

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde