Conecte-se conosco

Games

2021: confira os jogos que fazem 18, 30 e 35 anos neste ano

Publicado

em

(Crédito: iStock)

1972. Você deve estar se perguntando por que esta matéria começa com essa data, é mais simples do que parece. Trata-se da data de lançamento do primeiro videogame, o Magnavox Odyssey. Desde então, os jogos foram evoluindo, ganhando cada vez mais detalhes e realismo e conquistando cada vez mais gerações.

Graças a esta invenção, atualmente temos consoles como Playstation 5 e Xbox One, e até mesmo alguns jogos voltados diretamente para os PCs, que garantem a diversão de muitas pessoas ao redor do mundo.

Neste começo de década, temos alguns jogos que fazem 35 anos, como Castlevania e Zelda, lançados em 1986, dando o pontapé para duas franquias de sucesso no mundo dos games. Temos também os “adultos”, como é o caso de Sonic e o icônico Street Fighter 2, estreando em 1991, e marcaram a indústria com sua jogabilidade arrojada para a época.

E por incrível que pareça, alguns jogos como Call of Duty e Devil May Cry 2, lançados em 2013, estão fazendo 18 anos. Nestes momentos percebemos como estamos ficando velhos, não?

Mas não fique deprimido, listamos abaixo alguns dos principais jogos que fazem aniversário neste ano, e aproveite uma viagem nostálgica por jogos e franquias que marcaram época e fazem sucesso até hoje.

Vamos começar com os mais velhos, que fazem 35 anos, começando por:

Castlevania (26 de setembro de 1986)

Como já citado anteriormente, Castlevania foi produzida pela Konami, e o jogador pode controlar Simont Belmont, um personagem que parece dar uma de Van Helsing e eliminar de vez o mestre dos vampiros: Conde Drácula.

Encantando jogadores de várias gerações, o jogo ganhou diversas continuações e novas versões, e não ganha um novo capítulo desde 2019, com o controverso, com o controverso Castlevania: Grimoire of Souls. O game mobile não teve tanta repercussão quanto os outros títulos da franquia, e com isso foi descontinuado dois anos depois de seu lançamento.

The Legend of Zelda (21 de fevereiro de 1986)

Em qualquer roda de amigos que gostam de videogame, vai ser citado em algum momento The Legend of Zelda, uma das mais famosas franquias de videogame da história, detentora de diversos prêmios de Melhor Jogo do Ano, ganhou sua primeira versão nos anos 80.

A história do jogo é simples: o jovem Link entra em uma aventura para resgatar a princesa Zelda e proteger o reino de Hyrule. Mesmo com limitações óbvias, o game se destaca por trazer uma mistura de RPG e ação, com desafios e quebra-cabeças, que fez com que o público se apaixonasse, e também inspirou jogos como a franquia do Pokémon, que possui uma jogabilidade parecida, apesar de diferenças pontuais.

Out Run (25 de setembro de 1986)

Neste jogo podemos ver como o conceito de realismo mudou ao longo dos tempos, considerando que o grande destaque dele eram os visuais “realistas” para a época, e a estrutura da cabine, que simulava um carro vermelho, e ocupava um grande espaço nos fliperamas, ele se tornou um dos jogos do gênero de corrida mais icônicas da história.

Ganhando diversas versões para Master System, SEGA e Mega Drive, nunca tiveram uma qualidade igual aos fliperamas. Em 2003, ganhou uma continuação, entretanto, devido às limitações do jogo, e com grandes concorrentes na época, acabou não fazendo tanto sucesso quanto o primeiro.

Metroid (6 de agosto de 1986)

A franquia foi uma das primeiras a trazer um protagonista em sua história, em um futuro não tão distante, Samus Aran precisa recuperar uma espécie de parasitas, os Metroids, que foram roubados por piratas espaciais, com armas que lembram bastante a pistola de pressão, considerando os gráficos da época.

Graças a inserção de fases contínuas, onde o jogador precisa voltar para um determinado local diversas vezes até encontrar uma maneira de passar de fase, encantou o grande público, e garantindo uma das maiores franquias do universo dos games.

Os jogos mais “maduros”, que fazem 30 anos:

Street Fighter 2 (fevereiro de 1991)

Completando 30 anos, Street Fighter 2 chegou aos arcades em 1991 e foi um sucesso estrondoso, sendo considerado o melhor jogo da franquia até hoje por muitos fãs. Com diversas inovações, se comparado com o primeiro título, é considerado como grande inspiração para outros jogos do gênero, e milhões de fãs jogam ele até hoje.

A repercussão do jogo foi tanta, que o jogo ganhou um filme em live-action, em 1994, com ninguém menos que o grande astro dos anos 90: Jean-Claude Van Damme, duas séries animadas, mais algumas animações, e outras versões do game, como Super Street Fighter 2, que possuía lutadores novos.

Captain Commando (28 de setembro de 1991)

Considerado um dos grandes fenômenos dos arcades, Captain Commando tinha um roteiro simples, onde quatro personagens: Gizzy, Hoover, Jennet e o protagonista, que dá nome ao jogo, tinham que combater seres de outro planeta na cidade fictícia de Metro City, a mesma de outro grande sucesso do estúdio Capcom: Final Fight.

Com uma jogabilidade inovadora, gráficos muito bem feitos para a época, e uma trama contínua, que era mais longa que outros jogos do gênero, foi a receita perfeita para um sucesso estrondoso por parte do público.

Sonic (23 de junho de 1991)

Falar do sucesso de Sonic é o mesmo que falar que água é molhada.O mascote da SEGA chegou ao mundo em 1991 para o Master System. Com um personagem carismático, jogabilidade descontraída, cenários interativos, e um mapa de jogo que ainda continha diversos locais secretos que os jogadores podiam descobrir conforme exploravam os locais, o tornando uma febre na época.

Mesmo após 30 anos, o personagem ganhou diversos títulos e continuações, para todo o tipo de plataforma, ganhou inclusive participações nos jogos do seu antigo “rival” nos anos 90: Marios Bros, e, em 2020, o ouriço ganhou um filme, com ninguém menos que Jim Carrey no elenco. Neste ano de 2021, a SEGA prometeu uma série de ações para comemorar o aniversário de seu mais famoso mascote.

Battletoads (1 de junho de 1991)

Conhecido por dar muita dor de cabeça aos jogadores da geração 8 bits, Battletoads chama atenção pela sua complexidade de jogabilidade, o que torna um jogo altamente desafiador para quem se arrisca, e com isso, acabou caindo nas graças do público.

Ele ganhou um novo título em 2020, com o mesmo nome de seu antecessor, diretamente para os consoles mais modernos como: Xbox One e PC, com gráficos e jogabilidade ajustados para os novos tempos.

E temos alguns jogos que se tornam maiores de idade neste ano:

Star Wars: Knights of The Old Republic (15 de julho de 2003)

Como o mês de maio foi escolhido para representar uma das maiores franquias do cinema, nada mais justo do que começarmos nossa lista com este jogo marcante. Desenvolvido pela Bioware, o jogo se passa quatro mil anos antes do filme de 1999, e segue o formato de RPG, onde em KOTOR II, o jogador pode personalizar seu personagem e decidir se vai lutar em prol da república como um jedi ou contra ela, como um Sith.

O jogo foi tão bem sucedido que influenciou no desenvolvimento de títulos como Mass Effect, e ganhou uma continuação, que acabou servindo de porta de entrada para um jogo online batizado de The Old Republic. Apesar de ter sido lançado para Xbox, ele ainda pode ser encontrado em diversas versões para PC.

Call of Duty (29 de outubro de 2003)

Considerado um dos grandes sucessores de Medal of Honor, Call of Duty dispensa apresentações, como um dos grandes jogos do gênero FPS, tem uma franquia de enorme sucesso. Recentemente ganhou um formato mobile, que mesmo com uma grande concorrência, se destaca pelo seu modo em 1ª pessoa, e por oferecer modalidades Multiplayer de curta duração.

Inicialmente lançado para PC, o jogo chegou para os consoles apenas em 2004, desenvolvida pela Infinity Ward, responsável pela franquia até os dias atuais.

Silent Hill 3 (12 de agosto de 2003)

O terceiro jogo desta franquia retorna com a equipe principal do primeiro título, principalmente depois de uma recepção morna de seu antecessor, que tinha uma equipe diferente. A história se passa no mesmo universo dos outros, onde a adolescente Heather, precisa sobreviver a um culto de insanos que domina uma pequena cidade do interior.

Desenvolvido pela Konami, e lançado exclusivamente para Playstation 2, tem seu enredo muito elogiado por se calcar em uma estrutura cinematográfica, que acabou sendo adaptado para os cinemas em 2012, e ironicamente, não teve uma recepção muito boa por parte do público e crítica.

Devil May Cry 2 (25 de janeiro de 2003)

O primeiro jogo da franquia, foi um dos grandes destaques no lançamento do PS2, garantindo assim uma sequência, como é comum nesta indústria. A continuação continua com a história de Dante, um investigador que busca impedir que uma horda de demônios ressuscite o Senhor do Caos: Argosax.

Desenvolvida pela Capcom, o jogo ganhou uma mudança no estilo de combate, inserindo combos e notas através dos golpes, teve uma desenvoltura morna pela crítica especializada e fãs, mas como fez sucesso, ganhou mais duas sequências e ainda uma aparição do jogo: Marvel vs Capcom 3.

Atua como assessora de imprensa, redatora e Link Builder na Conversion. Escreve sobre cidades, cotidiano, tecnologia, e-commerce e cultura.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA