0

Com o isolamento social imposto pela Covid-19, muitas pessoas começaram a repensar suas atividades e a descobrir novas maneiras de aproveitar o tempo em casa. Começar o estudo de um novo idioma online pode ser uma motivação para adultos e crianças enquanto os passeios e saídas ainda estão restritos em muitos estados brasileiros.

Caso sua ideia seja focar nos estudos e turbinar o currículo, planejar e escolher a melhor maneira de aprender inglês, por exemplo, pode fazer a diferença. Aproveite para pesquisar o melhor método de estudo de idiomas, aquele que se encaixa no seu estilo de vida. A procura requer dedicação e paciência, pois cada pessoa tem o seu tempo e jeito de aprender, e necessita de uma linguagem adequada e individualizada. Um método que respeite isso é fundamental para o sucesso na aprendizagem.

Já para as famílias que estão com os pequenos em casa, inserir um novo idioma durante este momento, pode ser fundamental para motivar a criança a querer continuar futuramente com a atividade, e com isso, o aprendizado se solidifica e se amplia.

Segundo Bruna Duarte Vitorino, pedagoga com mais de 15 anos de experiência na área de educação, dedicar o tempo ao estudo em casa possibilita a oportunidade de a criança desenvolver habilidades como: concentração, análise, interpretação de texto e elaboração de hipóteses.

Sabemos que é na primeira infância que a criança começa a registrar e a desenvolver diversas perspectivas da vida, como comportamento social, estrutura emocional, desenvolvimento cognitivo e até mesmo aspectos físicos.

Para Lilian, mãe da Cecilia Marcon, de 5 anos, aproveitar o período de isolamento social para começar a alfabetização da filha no idioma inglês foi a escolha certa. “Acreditamos que começar o estudo de uma nova língua desde cedo é importante para a criança. Queremos que ela tenha um futuro mais promissor, já que o inglês é considerado o idioma universal”, diz a mãe que optou pelas aulas no Kumon no início de junho deste ano.

Confira algumas dicas para potencializar o estudo de um novo idioma em casa, seja para adultos ou crianças:

Método de estudo

É muito importante escolher um método de estudo que atenda às suas necessidades específicas. “No Kumon, todo aluno inicia os estudos a partir de um conteúdo que já domina e tem um plano de estudos elaborado exclusivamente para que ele avance no seu próprio ritmo, de forma suave, rumo a assuntos mais complexos”, diz Renato Imparato de Magalhães, pós-graduado em estudos da língua inglesa e atualmente gerente do setor pedagógico de Inglês do Kumon.

O material de inglês da rede permite ao aluno adquirir um vocabulário vasto, aprender as estruturas gramaticais e os textos de maneira gradativa, simples e natural. A medida em que o aluno avança no curso, pratica a leitura de textos mais longos e complexos. Em todos os estágios, o material didático também inclui áudios gravados por nativos para que os alunos se familiarizem com os sons do idioma desde os primeiros contatos com a língua.

Rotina e planejamento de estudos

Ter uma rotina é fundamental para otimizar os estudos. Monte um cronograma com os horários reservados para estudar todos os dias da semana. Também inclua atividades fixas como escola, cursos complementares e compromissos pessoais. Dessa forma, você consegue ter uma visão mais clara e real da duração de cada tarefa.

Filmes, músicas

Ver filmes, documentários e ouvir músicas sobre temas variados em inglês pode sim ajudar no aprendizado do idioma. Ler livros também amplia o vocabulário, o que pode ser importante para o aluno se sentir confiante no momento de ler os textos em prova ou testes, por exemplo.

“O Kumon oferece o aplicativo AudioBook como ferramenta para ajudar na entonação e a pronúncia do idioma, além de contribuir na estrutura de expressões. Outra vantagem é que o curso pode ser iniciado em qualquer época do ano, sem a necessidade de aguardar a formação de turmas. O aluno é o gestor do seu tempo, e seu avanço dependerá do ritmo de estudos diário e da assimilação dos conteúdos”, finaliza Renato.

centralrbn

Vendas no varejo ampliado devem cair 4,89% no quarto trimestre

Artigo anterior

Titular da Sedur participa de entrega de urbanização integrada em Itanagra

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Educação