Sesau de Camaçari alerta para o rápido crescimento de casos da Covid
0

Entre os dias 1º e 30 de janeiro foram confirmados em Camaçari 1.825 novos casos para Covid-19, de acordo com dados da Secretaria da Saúde (Sesau) do município. O acumulado de casos confirmados no dia 1º de janeiro era de 25.190, já no boletim epidemiológico do dia 30 de janeiro, esse número chegou a 27.015. Somente entre os dias 24 e 30 de janeiro foram 857 novos casos positivos, o que mostra a velocidade com a qual o vírus tem se propagado.

De acordo com a Sesau, a velocidade com a qual a nova cepa da Covid é transmitida, aliada ao relaxamento das medidas sanitárias, tem sido a responsável pelo pico de novos casos. “E acreditamos que ainda não chegamos ao topo dessa nova escalada. A freada dessa nova curva ascendente depende muito da população voltar a obedecer as medidas preventivas, usando máscara, álcool em gel, mantendo o distanciamento social e evitando aglomerações”, afirmou Elias Natan, secretário da Saúde de Camaçari.

O gestor da Secretaria da Saúde pontua ainda, que o quadro só não está pior do que o mesmo período de 2021 em virtude do avanço da vacinação. “Graças à vacina, apesar do alto número de novos casos, não temos tido um número de internações como o de 2021 e nem de óbitos. Isso porque, a maioria das pessoas vacinadas que são contaminadas tem os sintomas mais brandos e controlados da doença, sem a necessidade de internamento. Mas, isso não pode servir como argumento para relaxarmos, pois ainda temos pessoas sendo internadas com Covid e óbitos em todo o país. E isso pode voltar a ocorrer aqui também, pois já temos visto uma alta nas unidades de urgência e emergência por pacientes sintomáticos”, explicou Elias Natan.

Até o dia 27 de janeiro, foram vacinadas com a primeira dose 219.534 pessoas entre adultos e adolescentes em Camaçari e com a segunda, 197.869 cidadãos. O município tem 40.157 vacinados com a dose de reforço. A primeira dose pediátrica já alcançou 2.030 crianças. “Os números de internamento e óbitos comprovam que a vacinação é a arma mais eficaz para evitarmos sintomas graves da Covid, que levam pessoas a internamento e a óbito. Por isso, conclamo a todos que ainda não completaram o esquema vacinal, que compareçam aos locais de vacinação”, disse Elias Natan.

No boletim epidemiológico de 30 de janeiro de 2022, Camaçari apresentou 27.015 casos confirmados para Covid desde o início da pandemia, 390 novos casos positivos entre os dias 28 e 30 de janeiro e 649 óbitos no acumulado.

Foto: Arquivo

centralrbn

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar