Conecte-se conosco

Saúde

Segundo especialista, atividade física e boa alimentação ajudam no controle do Diabetes

Publicado

em

A atividade física tem um papel importante no tratamento e no controle do Diabetes. A síndrome metabólica, caracterizada pela desregulação de diversos hormônios, assim como a elevação de glicose no sangue, decorre da falta do hormônio insulina ou da incapacidade de ele atuar adequadamente no organismo. No entanto, a atividade física pode ser um grande aliado do tratamento. Mas claro que uma alimentação saudável e um tratamento adequados precisam ser uma rotina em conjunto, para que a pessoa possa ter uma vida mais tranquila convivendo com a doença. “Praticar exercícios, aliado a um plano alimentar balanceado, é uma das formas de se evitar diversas doenças e de melhorar a qualidade de vida das pessoas. No caso específico do diabetes, essa relação é muito mais direta. A atividade física aumenta a sensibilidade à insulina nas células do corpo. Isso significa que quando uma pessoa se exercita, é preciso menos insulina para manter os níveis de açúcar no sangue sob controle”, explica Guilherme Reis, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness.

A prática de atividades físicas ajuda a equilibrar toda a ação dos hormônios no corpo, o que inclui a insulina. Os benefícios estão na melhora do aproveitamento da glicose pelos músculos; aumento da ação da insulina; e melhora da sensibilidade celular à insulina. Além disso, diminuição do colesterol ruim e aumento do bom. Praticar atividades diminui ainda a gordura corporal e favorece a perda de peso, diminuindo a taxa de açúcar no sangue e a resistência à insulina. “Uma das grandes consequências positivas que uma pessoa mais ativa fisicamente pode ter é a diminuição da necessidade de quantidade dos medicamentos que manejam a diabetes, já que a insulina fica mais ativa. A recomendação é da prática constante, no mínimo 3 vezes por semana, para que o organismo se condicione e se equilibre da forma desejada”, diz Guilherme.

Porém, por mais que seja indicada a prática de exercícios físicos, eles não podem ser realizados sem cuidados específicos. Quem tem diabetes precisa de atenção dobrada, avaliando como o próprio organismo está reagindo e metabolizando a glicose. Uma reação que pode acontecer, por exemplo, é a hipoglicemia. Por isso é importante ter controle da glicemia, fazer ajuste da insulina, pois o efeito das atividades é parecido com o dos medicamentos.

Durante as atividades físicas, o corpo precisará de energia, que é o alimento das células. A ingestão de um carboidrato de baixo índice glicêmico antes e depois ajudará a dar o combustível necessário para que o organismo trabalhe bem. Ficar muitas horas sem se alimentar não é aconselhado para quem tem essa condição.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA