Conecte-se conosco

BA

Salvador participa de programa de avaliação de desafios hídricos

Publicado

em

A capital baiana participa, pela primeira vez, do programa Water Innovation Lab – Wil Brasil (waterlution. org/ brasil), que tem como intuito impulsionar a criação de soluções inovadoras colaborativas em relação aos desafios relacionados à água. A ação é apoiada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Sustentabilidade e Resiliência (Secis), e vai reunir jovens de 18 a 35 anos.

A proposta do programa é prezar pela diversidade de raça, gênero e orientação sexual, além de variedade de interesses e formação. Serão 40 participantes de diferentes regiões do Brasil, que vão avaliar os desafios hídricos do país e buscar novos caminhos para o setor das águas nas regiões de Salvador (BA), Maceió (AL), Foz do Rio Doce (ES), Morro do Preventório (RJ) e Tekoa Guyra Pepo – Aldeia Guarani (SP).

De acordo com a gerente de Resiliência da Secis, Daniela Guarieiro, além de dar visibilidade nacional para Salvador, o Wil Brasil abre a oportunidade para que jovens soteropolitanos possam aprender e se conectar com outras pessoas para trabalhar dentro do tema da água e saneamento, em concordância com as iniciativas do Plano de Ação Climática de Salvador.

“É importante que tenhamos mais pessoas, principalmente as gerações mais jovens, pensando em soluções inovadoras e sustentáveis para a cidade, de forma a gerar resiliência e ajudar a cidade a se adaptar a um dos problemas da mudança do clima: a seca e o problema de abastecimento de água na cidade”, destaca.

Professor e coordenador adjunto da câmara temática de Gestão da água, Ramon Alves, destacou que, durante os encontros do WIL Brasil 2021, os jovens estarão engajados com uma rica diversidade de atores da sociedade, como indígenas, quilombolas, profissionais de diferentes áreas de conhecimento, investidores e moradores de comunidades com diferentes realidades.

“Isto faz com que as pessoas mudem suas percepções e assimilem diferentes olhares para as problemáticas vivenciadas por questões hídricas em suas comunidades. Existem muitos projetos com falta de apoio técnico e novas abordagens para solucionar os problemas. O programa ajudará jovens lideranças no processo de inovação dos projetos, incluindo desde a criação até a gestão e, consequentemente, na geração de impactos socioambientais positivos em suas comunidades”, afirma.

Foto: Valter Pontes/Secom

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA