0

Com a proximidade do Dia das Crianças, onde quase tudo é permitido, muitos adultos resolvem flexibilizar na alimentação da garotada.  E, para tornar esse dia mais alegre e saboroso, as guloseimas são liberadas e costumam fazer o maior sucesso entre os pequeninos. Mas, a dentista do Sistema Hapvida, Flávia Barbosa, alerta sobre os perigos no excesso do consumo de alimentos cariogênicos – comidas que facilitam o surgimento da cárie dentária, pois servem como estímulo para as bactérias que vivem dentro da boca –. Sabe aqueles alimentos que as crianças amam? Os bolos, pães, biscoitos, doces em geral e bebidas açucaradas, eles são os grandes vilões.

 A especialista ainda chama a atenção para os cuidados no período da pandemia. Por as crianças estarem mais tempo em casa, devido ao isolamento social, a ingestão de alimentos se intensifica, principalmente, os ricos em açúcares e carboidratos. “Se os pais não estiverem atentos à higiene oral, a criança pode desenvolver várias doenças bucais, como a cárie e gengivite”, explica. Para evitar esses tipos de problemas orais, o ideal é realizar a limpeza três vezes durante o dia, e garantir a higienização correta com a utilização de escovas, de acordo com a faixa etária, fio dental, em forma de forquilha, e pastas fluoretadas.

Outro cuidado que não pode ser esquecido  é a higienização da língua. Segundo a Dra. Flávia, essa é uma prática que os pais devem ensinar e estimular desde a infância. “É na língua que forma a saburra lingual. Uma mucosa composta de células descamadas da boca, bactérias, muco da saliva e restos alimentares que aderem à superfície da língua. Ela é responsável por grande parte dos tipos de mau hálito”, destaca a profissional. Os pais também devem estar atentos ao tempo de duração das escovas, que, normalmente, precisam ser substituídas a cada três meses ou ao sinal de cerdas desgastadas. 

Para incentivar a escovação dos pimpolhos e deixar o momento mais divertido, vale a pena apostar em escovas com temas de personagens infantis, contação de histórias, fantasias, que também ajudam a despertar o lado lúdico da criança. Além disso, escovar os dentes junto com os pequenos reforça a importância dessa limpeza e associa a prática como algo comum no dia-a-dia. 

De acordo com a especialista, a escovação diária e correta é imprescindível no combate às doenças orais, mas a visita ao dentista deve ocorrer a cada três ou seis meses, a depender do caso. Mas, ainda segundo a profissional, a ida ao consultório médico deve acontecer logo nos primeiros meses de vida para que comece a higienização na boca do bebê. 

centralrbn

Divulgado resultado final do Edital da Década Afrodescendente

Artigo anterior

Bahia registra 1.817 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde