Conecte-se conosco

BA

Prefeitura detalha protocolos para retomada da Educação em Salvador

Publicado

em

A três dias para a retomada da Educação em Salvador, o prefeito Bruno Reis detalhou nesta sexta-feira (30), durante a inauguração do novo Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Raul Queiroz, em São Cristóvão, os protocolos sanitários que serão adotados para garantir a segurança de toda a comunidade escolar,  a partir da volta às aulas que ocorrerão de forma semipresencial tanto na rede municipal quanto na privada, na segunda-feira (2).

O ano letivo será de 256 dias, divididos em quatro unidades. As escolas irão funcionar de segunda a sexta e os alunos vão comparecer em dias alternados. No dia em que os estudantes não tiverem aula presencial, haverá aulas on-line e pela TV, além de estudos dirigidos e atividades impressas.

Durante coletiva virtual à imprensa, o prefeito explicou que todas as ações da Prefeitura têm sido pautadas pelo cuidado e proteção à vida das pessoas e que o retorno às aulas na capital baiana é fruto dos esforços tomados para frear o avanço da Covid-19. Ele acrescentou que a capital baiana já possui mais de 500 mil pessoas vacinadas, o que representa 27% do público-alvo.

Além disso, todos os idosos com mais de 60 anos já receberam ao menos uma dose da vacina e, até o início das aulas semipresenciais, 80% dos trabalhadores municipais da educação que atuam nas escolas terão tomado a primeira aplicação.  “Foram os investimentos expressivos na saúde e na vacinação, somados às medidas de isolamento social, que nos permitiu voltarmos às aulas na frente de muitas cidades”, afirmou Bruno Reis. Hoje (30), o sistema de saúde amanheceu sem pacientes na fila de regulação por leitos de pediatria e de UTI.

Os números da pandemia, frisou o chefe do Executivo municipal, dão segurança para que a Educação seja retomada após mais de um ano de atividades suspensas. “O fechamento das escolas apresenta um sério risco à educação, proteção e bem estar das crianças, além de agravar ainda mais as desigualdades em nossa cidade. Quero conclamar a todos os professores, pais e mães para esse retorno às aulas para termos condições de garantir o presente e futuro das crianças. Do contrário, poderemos comprometer três anos letivos”, destacou.

Protocolos – O processo de retomada das aulas demanda diversos cuidados especiais e mudanças de rotina. Neste cenário, as unidades municipais, a exemplo do Cmei Raul Queiroz que foi entregue hoje, já estão preparadas para receber os estudantes.

Há uma série de protocolos específicos para impedir a disseminação da Covid-19 na sala de aula, incluindo distanciamento mínimo de 1,5m entre as carteiras; para áreas comuns, com marcação de chão para bebedouros, banheiros e acesso aos refeitórios; para bebedouros, proibindo o uso do esguicho e adotando o uso de copos descartáveis ou individuais para consumo de água; para refeitórios/alimentação escolar, com redução do número de alunos por mesa, separando-os adequadamente, ou, caso não seja possível, será servida a merenda individualmente na sala de aula.

Outras mudanças de rotina e espaços físicos dentro das escolas envolvem regras para uso de elevadores, transporte escolar, prestadores de serviço, recebimento de encomendas e eventos escolares. Conforme o plano elaborado para volta das atividades de classe, serão autorizadas a entrada dos alunos com fardas e com uso obrigatório de máscaras (exceto os que possuem autismo).

Na chegada às escolas, a temperatura dos colaboradores, prestadores de serviço e estudantes deve ser aferida, e aqueles com resultado igual ou superior a 37,5°C devem ser direcionados para acompanhamento de saúde adequado/posto de saúde. No acesso às escolas, todos os colaboradores, prestadores de serviço e estudantes devem higienizar as mãos com água potável e sabão ou devem realizar o uso de álcool 70%.

As escolas devem organizar as entradas e saídas de acordo com o segmento e porte da escola no sentido de auferir maior controle. Não será autorizada a entrada dos pais ou responsáveis nas unidades de ensino. Casos particulares serão tratados de forma específica, de acordo com a necessidade de cada aluno e escola.

Os estudantes, professores e outros funcionários que forem identificados com suspeita de Covid-19 devem ser encaminhados para um posto de saúde e, para retornarem deverão, seguir as orientações sanitárias. Recomenda-se a utilização de tapetes higienizantes para limpeza dos calçados de alunos e funcionários.

O atendimento aos pais dos diversos segmentos ocorrerá via e-mail, plataforma on-line, WhatsApp ou telefone. Caso haja necessidade do atendimento presencial, deverá ser feito mediante agendamento prévio.

Ações – Desde que as aulas presenciais foram paralisadas por conta da pandemia, em março de 2020, a Prefeitura realizou diversas ações para dar suporte aos alunos matriculados na rede municipal.

Foram mais de 160 mil cestas básicas distribuídas por mês, sendo uma para cada aluno. Também houve disponibilização de atividades complementares; parceria com a Escola Mais para a realização de aulas on-line; distribuição de chips de telefonia para que 33 mil alunos tivessem acesso à internet e, assim, usufruir do conteúdo pedagógico virtual, além de entrega de tablets e chips para gestores escolares.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA