0

Xilbrilada® (adalimumabe) e Xilfya® (infliximabe)comprovaram eficácia, segurança e imunogenicidade sem diferença clínica significativa aos medicamentos originadores

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou dois novos medicamentos biossimilares para o tratamento de doenças inflamatórias. Xilbrilada® (adalimumabe) e Xilfya® (infliximabe), da Pfizer, demonstraram alto nível de eficácia e segurança, com potencial para representar um grande avanço para a saúde no País.

Sobre Xilfya® (infliximabe)

Xilfya® é um medicamento indicado para o tratamento de pacientes adultos e pediátricos com doença de Crohn, colite ou retocolite ulcerativa, pacientes adultos com doença de Crohn fistulizante, artrite reumatoide, espondilite anquilosante, artrite psoriásica e psoríase em placa. O medicamento atua bloqueando uma substância chamada fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa), que se encontra em quantidade aumentada no organismo de pessoas portadoras dessas doenças, fazendo com que o sistema imunológico do corpo ataque o tecido saudável, causando uma inflamação.

Os estudos sobre o medicamento trouxeram evidências sobre a troca do infliximabe originador pelo biossimilar Xilfya, demonstrando que não tiveram diferenças clinicamente significativas na eficácia, segurança e imunogenicidade do tratamento após a mudança, garantindo a redução dos sintomas das doenças e a melhora da qualidade de vida dos pacientes.

Sobre Xilbrilada® (adalimumabe)

Xilbrilada® (adalimumabe) é um medicamento indicado para pacientes com artrite reumatoide, artrite psoriásica, espondiloartrite axial (espondilite anquilosante e espondiloartrite axial não radiográfica), doença de Crohn, colite ou retocolite ulcerativa, psoríase em placas, hidradenite supurativa, uveíte (adulta e pediátrica), artrite idiopática juvenil poliarticular e artrite relacionada à entesite. O tratamento atua na redução dos sinais e sintomas das doenças e age induzindo uma resposta e remissão clínica maior das doenças, inibindo a progressão dos danos estruturais e melhorando a capacidade física e qualidade de vida dos pacientes. Xilbrilada pode ser usado isoladamente ou em combinação com outros medicamentos modificadores da doença, dependendo da enfermidade em questão.

Na fase três de avaliação do medicamento em pacientes com artrite reumatoide ativa moderada a grave, foi apresentada eficácia, segurança, imunogenicidade similares aos originadores. Em relação aos eventos adversos de Xilbrilada® (adalimumabe), não houve diferença significativa entre o Xilbrilada® e o adalimumabe originador.

“Além de buscar respostas para doenças que ainda não têm o tratamento adequado, a Pfizer tem um grande compromisso com o acesso a medicamentos inovadores. Por isso, entendemos que os medicamentos biossimilares são em soluções que podem aumentar o alcance de pacientes a tratamentos”, afirma Márjori Dulcine, diretora médica da Pfizer Brasil.

Pfizer e biossimilares

Como parte do desenvolvimento dos medicamentos biossimilares, estão rigorosos testes analíticos, pré-clínicos e clínicos, que demonstram com precisão o quanto eles são semelhantes em estrutura, função, eficácia e segurança ao biológico originador.

Com a proposta de fornecer aos pacientes e prescritores as mais seguras opções de tratamento, a Pfizer, com mais de 30 anos de experiência na fabricação de produtos de DNA recombinante e com experiência significativa no desenvolvimento clínico de novos produtos em muitas áreas terapêuticas, acredita no potencial desses medicamentos para o futuro da saúde e está bem posicionada para atender à demanda de fabricação de biossimilares de alta qualidade.

centralrbn

Bhaskar e Dubdogz apresentam set especial em meio à exuberante beleza do Jalapão (TO)

Artigo anterior

ABDA lança plataforma de arrecadação de doações do IR

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde