O pré-lançamento do filme Corona Circus do diretor Roberto Rowntree

O filme Corona Circus do diretor Roberto Rowntree teve o seu pré- lançamento no dia 04 de dezembro na cidade de Junqueirópolis, onde foi rodada as gravações com apoio da Prefeitura Municipal através da Diretoria de Educação e Cultura da cidade. Aconteceu nas dependências da sala de cinema do CEFE – Centro de Formação Para Professores José Roberto de Souza, localizado na praça Alvaro de Oliveira Junqueira.

Na presença esteve os artistas do filme, Roberto RowntreePedro PauleeyFrancisco CarvalhoDandara QueirozCristhopher Frias e Caio Rombi e a família circense Dione. Teve também convidados, autoridades, educadores, artistas e população do município.

Seu segundo pré-lançamento foi realizado na cidade de Três Lagoas (MT), no dia 8 de dezembro no Cinépolis do Shopping de Três Lagoas. Ambas as cidades tiveram participação na realização do filme. O lançamento oficial mesmo será no ano que vem para o Brasil e o Mundo, é o que alega o diretor Roberto Rowntree.

O pré-lançamento do filme Corona Circus do diretor Roberto Rowntree

Sobre o filme Corona Circus – O filme foi rodado na cidade de Junqueirópolis (SP), pelo diretor Roberto Rowntree com a produção da empresa Animal Filmes e colaboração de Cássio Alves Alencar.

O roteiro é de Roberto Rowntree e Reinaldo Guedes que aborda as dificuldades dos artistas circenses durante a pandemia de Coronavírus.E conta a vida de um circo em uma pequena cidade do interior, que é pega de surpresa pela pandemia.Relata o sofrimento por estarem em quarentena sem poderem se sustentar.

Além do assunto ser sério e preocupante é abordado com leveza e bom humor, focando na amizade, nos valores éticos e no amor ao próximo.

No elenco tem  a atuação de veteranos do cinema, teatro e da televisão, como Dedé Santana, Francisco Carvalho, Liza Vieira, Roberto Rowntree e do jovem ator Pedro Pauleey.

O projeto teve o apoio da Prefeitura de Junqueirópolis que sensibilizaram com a  história parecida com um drama  de um circo existente na cidade chamado Circo Dioni, cedendo então, as dependências para a realização das gravações.

Todos os atores foram previamente testados e liberados para realizar o projeto do filme.

 

Por Livia Rosa Santana

Crédito de imagem: Edgard Junior

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.