Novenário abre festejos de Santo Amaro de Ipitanga, padroeiro de Lauro de Freitas

Os devotos do padroeiro de Lauro de Freitas, Santo Amaro de Ipitanga, dão início nesta quinta-feira (6), ao novenário em homenagem ao santo e à paróquia que no próximo dia 15 completa 414 anos de história.

Durante nove dias os encontros acontecerão no Centro Paroquial São João Paulo II, às 18h30 de segunda a sexta, e no sábado e domingo às 18h. A cada noite, um convidado fará a reflexão baseada no tema central “Santo Amaro, coração movido pela caridade” inspirado na primeira Carta de São Paulo aos Coríntios e na Carta Encíclica Deus é Amor, do Papa Bento XVI.

Segundo o pároco da Igreja Matriz, padre Anastácio Gilberto de Jesus, Santo Amaro de Ipitanga foi escolhido como padroeiro da cidade em 1608. “As pessoas escolheram o santo devido as suas virtudes da santidade, principalmente por aqueles que recorriam a ele para a cura do corpo e da alma. A fé dele e o desejo de servir a Deus o fez ser seguido por fiéis até hoje no município de Lauro de Freitas”.

Desde seus 12 anos Santo Amaro sentiu esse apelo para servir ao senhor e foi entregue aos cuidados de São Bento para completar seus estudos, destaca o padre. “Dado sua virtude pela oração, obediência e austeridade ele foi conduzido a vida monacal. Santo Amaro andou pelas águas para salvar seu irmão São Plácido que estava se afogando em um açude e só percebeu o feito quando voltou a terra”, completou.

As homenagens ao santo e à Igreja Matriz, que é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), é um dos momentos mais aguardados pelos munícipes de Lauro de Freitas.

De acordo com a coordenadora da pastoral de comunicação, Liziane Araújo, os encontros acontecerão respeitando os protocolos sanitários para evitar o contágio da gripe e covid-19. “É exigido o uso de máscaras e será dispensado álcool em gel 70% em locais estratégicos. Além disso, apenas 75% da capacidade máxima do local poderá acessar as dependências para participar da novena”, explicou.

Entre os padres que celebrarão as missas do novenário estão o Vigário Geral da Arquidiocese da Bahia, Juraci Gomes, e os padres Rogério Marcos, Sérgio Ricardo, Jair Arlego, Thiago Kern e Wagner Luís. Os encontros também terão a presença dos bispos Marco Eugênio, Valter Magno e Dorival Barreto.

Jornalistas Giovanna Reyner e Laerte Santana