Conecte-se conosco

Negócios

Na pandemia, empreender em família pode ser um grande negócio

Publicado

em

Com a pandemia do coronavírus, muitas famílias brasileiras decidiram investir em um negócio próprio, seja por desemprego de algum membro familiar ou por uma oportunidade surgida com a crise. Segundo dados levantados pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o empreendedorismo familiar representa 90% dos empreendimentos no Brasil. 

Quem optou por empreender em família foi o casal Antônio Dal Monte e Renata Barbieri Brecher, que idealizaram o desejo de ter o próprio negócio no mês de março deste ano, abrindo uma franquia da rede Anjos Colchões & Sofás, na cidade de Canoas, no estado do Rio Grande do Sul.

Mesmo em tempos de crise, o setor de gastronomia é um dos que mais atrai novos empreendedores e reage à retração de vendas com operações de delivery e take away. Foi o que levou o casal Leonardo Paulino Pita Santorio e Naianne Siqueira dos Santos a abrir uma franquia da rede Casa de Bolos, pioneira no segmento de bolos caseiros, em Salvador/BA. Assim como o casal Ricardo Salton Rosek e Silvia Camargo Chede Salton Rosek, que inauguram em fevereiro a primeira loja da rede Chocolateria Brasileira, em Curitiba/PR, também do segmento gastronômico.

Já na área da educação, o casal Mel Gouvea e Bruno Ribeiro tornaram-se sócios em uma franquia da Park Education, especializada em idiomas e outros cursos livres, em Campinas/SP. “O desejo e a ideia partiu do Bruno e eu apoiei, pois vimos na franquia um meio para alcançarmos um plano de vida compartilhado a longo prazo”, comenta a empresária. Para ela, existem alguns fatores que tornam o dia a dia mais fácil: a confiança, por saber que ambos estão dedicados para o sucesso do negócio e que beneficiará toda a família, e ter sempre alguém para contar e dividir os desafios.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA