BA

Mutirão de cirurgias de catarata devolve visão a pacientes em Lauro de Freitas

Mutirão de cirurgias de catarata devolve visão a pacientes em Lauro de Freitas

“Foi tudo muito rápido, de repente eu passei a enxergar com a visão turva. Foi aí que pensei que tinha algo errado acontecendo”, contou emocionada a aposentada, Eliane Pereira, de 61 anos. Ela foi um dos onze pacientes diagnosticados com catarata na triagem realizada nas Unidades de Saúde da rede municipal. Todos fizeram, na manhã deste sábado (30), a cirurgia de facoemulsificação para a retirada do cristalino opaco (catarata) na clínica Atlântico Pró Saúde, conveniada com o Sistema Único de Saúde (SUS), e já saíram da unidade enxergando.

Claudiano Azevedo, 64 anos, aguardava ansioso sua vez de entrar no centro cirúrgico. Ele conta que a doença era um empecilho em suas atividades laborais. “Eu trabalho com a instalação de redes elétricas e preciso muito ter uma visão de qualidade para executar bem meu serviço. Nos últimos meses, realizar meu trabalho estava ficando cada dia mais desafiador”, disse. Já a dona de casa Janeide Pereira, 52 anos, que convive com a mãe cega por conta do glaucoma, o medo de perder a visão foi maior do que o medo da cirurgia. “Eu cuido de minha mãe. Se nós duas ficarmos sem enxergar como vai ser? Então eu enfrentei meu medo de cirurgias e vim fazer”, contou.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Augusto César Pereira, a meta até o final deste ano é atender mais de 400 pessoas com outros problemas que podem levar à perda da visão. “Os próximos pacientes serão atendidos para limpeza de lente e fotocoagulação. Essa é uma estratégia voltada para reduzir a demanda reprimida causada pela pandemia e alcançar todas as pessoas que precisam fazer esses procedimentos. Nós também estamos fechando parceria com Hospital Geral Menandro de Faria para realizar outros tipos de cirurgias eletivas e alcançar outras patologias “, ressaltou.

Recorrente em pessoas idosas, a catarata é uma causa comum de cegueira. A doença afeta o cristalino do olho. A cirurgia para a remoção da catarata é rápida, com duração média de vinte minutos e indolor com anestesia local. Após saírem do centro cirúrgico, os pacientes ficam em observação por trinta minutos e, após isso, já podem ir para casa. Os operados saem da unidade com um tampão nos olhos e não devem fazer esforço nas 12 primeiras horas. A recuperação dura cerca de sete dias.

Abril Marrom

O convênio com a clínica Atlântico Pró Saúde para realizar esse tipo de procedimento voltado para a saúde ocular, foi assinado neste mês em que também é realizada campanha Abril Marrom. A campanha alerta quanto à necessidade de manter os exames preventivos em dia para diagnóstico precoce de doenças que podem levar à cegueira.

Em Lauro de Freitas, serviços como oftalmologia geral, teste do olhinho, rastreio e tratamento para pacientes com tracoma e exame de acuidade visual estão disponíveis na rede.

Jornalista: Giovanna Reyner

Foto: Maína Diniz