Conecte-se conosco

Negócios

MOSS neutraliza emissão de carbono da Avenue Securities

Publicado

em

MOSS neutraliza emissão de carbono da Avenue Securities

A MOSS, primeira e maior plataforma ambiental do mundo a tokenizar créditos de carbono negociáveis, é responsável pela neutralização das emissões de carbono da Avenue Securities, corretora de valores voltada para brasileiros que investem nos Estados Unidos.

“Lutamos por tudo que pode trazer mais qualidade de vida às pessoas e essa é mais uma iniciativa da qual ficamos felizes em pertencer”, afirma Alexandre Reis, diretor de marketing da Avenue Securities.

Fundada no primeiro trimestre de 2020, a MOSS lançou o maior projeto de tokenização de crédito de carbono da história, o MCO2, e já movimentou mais de 1 milhão de toneladas de CO2. Nesse período, arrecadou e enviou mais de US$ 10 milhões em receitas para projetos de conservação da Floresta Amazônica – o que resultou na expansão desses projetos para 300 mil hectares.

“Buscamos a preservação do meio ambiente por meio da democratização e do desenvolvimento do mercado de créditos de carbono e oferecemos uma forma segura e transparente para isso”, diz Luis Felipe Adaime, CEO e Fundador da MOSS.

O MCO2 pode ser usado por grandes empresas e pessoas físicas para compensação de emissões de CO2 e possui o maior estoque de créditos de carbono da história: 2 milhões de toneladas – equivalente a um valor de mercado de US$ 36 milhões.

O ativo foi auditado pela CertiK (UP Alliance), tem auditoria em andamento com a Armanino, empresa de contabilidade e consultoria de negócios, via EY, e conta com Perkins Coie, tradicional escritório de advocacia internacional, como consultor jurídico. O token da MOSS está listado na corretora brasileira FlowBTC desde 29 de setembro de 2020 e no Mercado Bitcoin desde 4 de janeiro de 2021.

 

Saiba tudo sobre o MCO2, maior projeto de tokenização de crédito de carbono da história:

MCO2 Tearsheet

Apresentação MCO2

Microsite MCO2 (com White Paper e link etherscan)

MCO2 etherscan link

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *