Conecte-se conosco

Notícias

Manutenção da máquina e dos equipamentos de corte a plasma, como fazer?

Confira 12 dicas para a manutenção preventiva

Publicado

em

Manutenção da máquina e dos equipamentos de corte a plasma, como fazer?

Algumas oficinas não possuem um cronograma regular de manutenção para seus sistemas de corte a plasma. Após um período de negligência, a máquina provavelmente não funcionará da forma esperada. Isso pode gerar um prejuízo financeiro para a empresa, já que o custo por hora de ocupação das máquinas de corte a plasma chega a uma média de até US$ 200.

Sem a manutenção preventiva, as peças mecânicas se desgastam prematuramente, causando aspereza nos movimentos da máquina. Isso pode acarretar peças fora de tolerância e reduzir a qualidade de corte, especialmente nas altas velocidades.  Diante desse cenário, a Hypertherm preparou um guia com 12 dicas que servem como um ponto de partida para a manutenção preventiva:

  1. Limpe o corpo da tocha: remova as peças da tocha e examine o interior da tocha. Verifique se há sinais de danos mecânicos nas roscas. Limpe o interior da tocha com limpador de contatos elétricos e um cotonete. Desconecte a tocha do tubo de montagem e deslize o tubo de volta para revelar as conexões do cabo da tocha. Verifique se há vazamentos nas conexões;

  2. Limpe os cabos da tocha: tire o pó metálico e a sujeira acumulada de toda a extensão dos cabos da tocha. Verifique se há mangueiras torcidas ou desgastadas, cabos expostos, conexões rompidas ou outros danos;

  3. Limpe a fonte de alimentação: exclua o pó metálico acumulado usando ar de compressor seco e limpo. Cheque os filtros de ar no invólucro da fonte de alimentação e troque-os se necessário;

  4. Verifique os componentes da refrigeração da tocha: nas tochas resfriadas por água, avalie a corrente do líquido refrigerante no tanque e veja se há sinais de ar aspirado ou fluxo reduzido. Certifique-se de que o fluxo de retorno respeita a vazão de galões por minuto. Veja se os fluxostatos na linha de retorno funcionam corretamente — fluxo de líquido refrigerante insuficiente pode causar o superaquecimento da tocha. Verifique os filtros do líquido refrigerante e os filtros da bomba e limpe ou troque se necessário. Veja a resistividade do líquido refrigerante usando um medidor de condutividade. Na maioria dos sistemas, a resistividade não deverá exceder dez micro-ohms. Enxágue e reabasteça o líquido refrigerante a cada seis meses;

  5. Verifique a qualidade da água: a dureza da água não deve exceder 8,5 ppm ou 0,5 grãos. Use um amaciante de água comercial, se necessário. Se a água da mesa estiver altamente contaminada com escória e pó metálico, poderá haver dificuldades na partida da tocha de plasma;

  6. Verifique o plasma: para checar a qualidade do ar, segure um papel limpo sob a tocha enquanto limpa o ar do sistema no modo TEST. Verifique se há água, névoa de óleo ou contaminação de partículas. Observe os filtros toda semana; esvazie os coletores de umidade sempre que acumularem água;

  7. Limpe os componentes da máquina— trilhos, engrenagens, cremalheiras e afins. Use um agente desengordurante e uma esponja abrasiva para remover gordura, sujeira e pó metálico. Lubrifique as engrenagens com lubrificante seco, como pó de grafite. Se os rolamentos apresentarem conexões com graxa, lubrifique-as. Não lubrifique as seções dos trilhos;

  8. Nivele e alinhe os trilhos: verifique as juntas onde as seções dos trilhos se unem com um pedaço de aço temperado ou outra ferramenta de precisão com borda reta, para ver  se há desalinhamento. As distâncias entre os trilhos devem ser constantes em toda a extensão do sistema;

  9. Alinhe e ajuste as engrenagens e os rolamentos: ajuste o alinhamento da engrenagem para remover a folga entre as engrenagens e as cremalheiras. Faça esses ajustes para os acionamentos transversais e dos trilhos. Os rolamentos do alinhamento devem ter folga mínima entre eles e as superfícies dos trilhos ou trilhos transversais. Ajuste até que não seja possível ver luz entre o rolamento e a superfície do trilho. Não aperte demais. Com as engrenagens do acionamento desencaixadas, role a trave pelos trilhos para verificar se estão unidos. Ajuste corretamente, até que a trave role livremente com vibração mínima e pouca resistência;

  10. Verifique o enquadramento da tocha em relação à mesa e a peça de trabalho e o dispositivo de montagem da tocha: as colisões podem tirar as tochas do esquadro e desalinhá-las da peça de trabalho. Isso pode gerar vibração, levando a um corte ondulado;

  11. Verifique os limites de segurança: eles precisam operar adequadamente para garantir a segurança do operador e evitar danos à máquina. Mova a máquina para cada limite para testar as chaves. Veja se ela pára quando alcança cada chave. Inspecione as travas mecânicas para ver se estão funcionando corretamente;

  12. Ajuste o controle e os motores de acionamento: o ajuste do motor de acionamento pode ser necessário se os motores parecerem fora de sincronia — a tocha pode não retornar a sua posição de retorno, ou pode haver imprecisões nas peças de corte, especialmente em movimentos de combinação onde os acionamentos x e y estão em operação. As velocidades de cada eixo precisam ser iguais para o correto posicionamento da tocha. O deslocamento do motor também deve ser minimizado.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *