0

Mais dois jogadores da Seleção Brasileira estão se transferindo para atuar no polo aquático da Europa. Thomas Borges e Mari Cosmo, ambos atletas do E.C. Pinheiros, assinaram com clubes do velho continente para a próxima temporada. Agora o número de jogadores que vestem a touca verde e amarela na Europa passa de sete para nove.

Thomas jogará pelo Montpellier Water Polo da França e começa sua jornada no Campeonato local de polo aquático já neste mês. A recém-contratada, Mariane Cosmo, atuará pelo Vaterpolo klub Vojvodina da Sérvia.

Thomas, filho do Diretor de Polo Aquático do E.C.Pinheiros, Eric Borges, estará ao lado dos melhores da França em busca por uma vaga da Champions League na próxima temporada. “As expectativas são em primeiro lugar jogar bem, me entrosar com os caras do time, e ficar entre os quatro primeiros colocados do Campeonato francês para jogarmos os playoffs e conseguirmos uma vaga nas qualificatórias para a Champions League”, comentou Thomas, que tem contrato até o final dessa temporada e possivelmente irá renovar para a próxima.

Mariane Cosmo, nova atleta do E.C. Pinheiros, também recebeu uma proposta para a Europa. A jogadora é o novo reforço do Vaterpolo Klub Vojvodina, da Sérvia.

“Esse ano minha meta era tentar manter o meu rendimento, com todas as coisas que aconteceram no ano passado, poucos jogos, poucos treinos, isso foi um desafio e tanto. Por isso, a primeira decisão que tomei foi o clube que eu iria representar, vi no Pinheiros a oportunidade de continuar em alto nível durante o ano todo, com o objetivo de também me manter na seleção brasileira”.

”Agradeço ao Pinheiros por ter me acolhido tão bem e estou muito ansiosa para jogar com as cores azul e preta esse ano pelo Open e pela Liga Nacional”, disse.

Mari, em 2020, recebeu sua primeira convocação para a Seleção adulta, mas devido à pandemia não chegou a estrear.  A atleta comentou que o convite para jogar na Sérvia veio de forma inesperada.

“Fiquei muito feliz ao ouvir a proposta, e como as coisas estão paradas no Brasil, vi como uma oportunidade de manter o meu objetivo, uma vez que aqui os jogos já estão rolando, seria uma oportunidade ótima para ganhar condicionamento e ainda, ritmo de jogo! Vejo minha estadia na Sérvia como um momento para aprimorar diversas habilidades que só a Europa pode oferecer, como por exemplo, o número de jogos”, completou a atleta que ficou 13 anos no SESI SP.

Alessandro Checcinato, Presidente da PAB, comentou sobre a ida de atletas brasileiros para e europa.  “É excelente a ida dos dois, quanto mais jogadores fizerem intercâmbio melhor para para termos uma Seleção mais forte, com atletas mais preparados e mais habituados com o jogo europeu. Desejo boa sorte para os dois, tanto para a Mari quanto para o Thomas, e espero que eles tenham uma grande temporada lá na Europa”, finalizou.

centralrbn

Balé do TCA retoma aulas abertas online

Artigo anterior

Conheça alguns hábitos comuns que prejudicam sua saúde bucal

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Esportes