0

Irwing Machado ou apenas “King Kong” como é conhecido, ganhou notoriedade no cenário nacional ao “atropelar” Rene Soldado na vigésima edição do SFT. Chamado às pressas para o combate, Irwing não só venceu, como faturou o título dos médios da organização brasileira.

Apontado como um dos melhores atletas do país, o lutador que assumiu a ponta do Ranking Nacional de MMA na divisão dos médios em 2020, já vinha há algum tempo chamado a atenção do ACA (Absolute Championship Akhmat), evento no qual assinou contrato recentemente:

— Já estavam me sondaram algumas vezes ano passado e esse ano conseguimos fechar. Meu empresário Stefano Sartori acabou negociando um bom contrato e agora é ir dar show. Mas continuo sendo o campeão do SFT, surgindo a oportunidade vou defender meu cinturão também.

O atleta paranaense vai fazer a sua estreia no dia 13 de março na provável edição de número 119 do evento russo. Inicialmente.

Em busca de mais um cinturão na divisão dos médios, o atleta que já lutou por diversas categorias respondeu se pretende descer de categoria ou permanecer na divisão até 84kg nessa nova jornada na carreira:

— Apesar de ter peso para lutar até na categoria leve, vou buscar meu espaço nos médios. Sou mais forte do que pensam e rápido como um peso-leve — declarou o atleta de 31 anos.

Lutador a ser batido na divisão dos médios, pelo menos no Brasil, o atleta que atualmente ostenta o cinturão até 84kg do SFT iria fazer a primeira defesa de título na organização no fim de janeiro, porém, devido a pandemia, o evento brasileiro foi obrigado a adiar alguns eventos.

De “nova casa”, Irwing iria enfrentar Mukhamed Berkhamov em março, porém, com pouco mais de 24 horas de assinatura do contrato seu rival foi substituído.  rival do brasileiro no ACA, Ibragim Magomedov é um jovem atleta do Daguestão, o lutador soma na carreira 6 vitórias e apenas 1 derrota no cartel.

Já o brasileiro garante, que mesmo com a mudança de adversário vai estar preparado para estrear com o pé direito na Rússia:

— O contrato foi inicialmente assinado para lutar com outro adversário e em 1 dia já mudaram. Os russos são espertos, gostam de fazer essas pegadinhas. O mal do esperto é achar que todo mundo é besta. Por isso eu prefiro ser um esperto me fingindo de besta — finalizou Kong.

Representante da Fight Clan e da Madison Team, Irwing ainda comanda a sua própria academia no Paraná, a Xperience Sports Center.

Além do brasileiro, quem também se juntou ao evento russo foi Cleber Souza, possível desafiante de Irwing no SFT, Rene Soldado é outro atleta que já faz parte da organização que tem investido cada vez mais no mercado brasileiro.

centralrbn

Agenda Cultural tem live de samba no domingo (28)

Artigo anterior

Mercedes-EQ Formula E Team leva carro elétrico à cidade inteligente

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Lutas