Conecte-se conosco

Notícias

Especialista em sorteio cívico explica busca por alternativas para o dilema da democracia liberal no século XXI

Publicado

em

Especialista em sorteio cívico explica busca por alternativas para o dilema da democracia liberal no século XXI

Na tarde desta terça-feira (23), Brett Hennig, co-fundador da Sortition Foundation e um dos maiores especialistas e defensores da inovação democrática no mundo, participou do 1º Webinário do Decidadania: Sorteio para Democracia, organizado pelo Delibera Brasil. No evento, o ativista defendeu o sorteio de cidadãs e cidadãos para compor instâncias oficiais de deliberação e julgamento público para escapar das armadilhas do sistema político atual.

Após a apresentação do TED Talk de Hennig, intitulado “E se substituíssemos políticos por pessoas escolhidas aleatoriamente?”, seguiu-se diálogo moderado por Alexsandro Santos, da Escola do Parlamento, em que se contextualizou sobre como a democracia brasileira, com seus mais de 140 milhões de eleitores e um sistema eleitoral considerado um dos mais seguros do mundo, infelizmente, não cumpriu totalmente as promessas feitas para a sociedade.

“O Brasil tem uma história tão boa de democracia participativa que foi uma inspiração para mim quando comecei a trabalhar com democracia, há décadas. Hoje, chegamos a um ponto, na Europa pelo menos, em que um parlamento instaurou uma câmara permanente formada por cidadãos sorteados na população (falando sobre o caso Belga). Então, estamos nesse ponto de institucionalização. Ter essas assembleias cidadãs em um tópico ou outro é ótimo, mas o objetivo é inserir isso na democracia de uma forma institucionalizada para que seja parte do processo democrático”, afirmou Brett.

Marina Helou, deputada estadual de São Paulo pela Rede Sustentabilidade, foi uma das participantes do webinário. Para ela, a Assembleia Legislativa paulista, por ser a maior do país, tem um papel estratégico na ampliação da capacidade democrática brasileira, “Ao falar da crise da representação, estamos falando de formas de atuação na tomada de decisão da sociedade que não estão funcionando. A participação da população não pode se limitar a escutas, audiências, mas tem que ter resultados concretos. Se propor a pensar outros caminhos e outros modelos para que isso funcione é um dos nossos pilares estratégicos no mandato”. E quando o assunto é sorteio cívico, ela considera uma forma promissora para ajudar na quebra da polarização política, segundo a deputada uma das piores questões da democracia do país neste momento.

Também fez parte do bate-papo Alexsandro Santos, diretor-presidente da Escola do Parlamento, que falou sobre a importância da pauta para que todos os cidadãos possam, juntos, cuidar da democracia. “Falar sobre esse cuidado é conversar sobre as alternativas que a democracia tem para ser cada vez mais responsiva, participativa e conquistar os corações e a mente das pessoas. Precisamos lembrar das promessas que a democracia fez e buscar que ela cumpra essas promessas. Uma delas é essa, que estamos buscando aqui: que ela inclua e faça com que todos participem”, disse.

As organizações integrantes do Decidadania – projeto com financiamento do National Endowment for Democracy (NED) criado em 2020 que forma e articula 10 OSCs brasileiras para a promoção da deliberação cidadã por sorteio no país – fizeram perguntas para Hennig, assim como o público enviou suas questões através do chat da plataforma. Para assistir ao vídeo completo, basta acessar o canal oficial do Delibera Brasil no YouTube.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *