Desgastes articulares: ortopedista explica quais principais causas
O desgaste articular é uma patologia multifatorial, ou seja, que não possui apenas uma causa. É o que explica o ortopedista, cirurgião de coluna, especialista no tratamento das dores com células tronco, Dr. Luiz Felipe Carvalho.

De acordo com o médico, o fator genético existe em alguns dos casos, como, por exemplo, na artrose do joelho. “Nesse caso o fator genético está muito presente”, disse.

Além disso, Luiz Felipe explicou que o fator idade também tem forte influência no desgaste das articulações. “Precisamos entender que não é simplesmente apenas o cabelo que fica branco, a gente também desgasta a nossa articulação e muitas vezes a matemática da vida ela não vai fechar. Porque quando a gente ganha mais idade precisaria, em teoria, ter mais músculo, exatamente onde a gente tem menos músculo.”

De acordo com o especialista, isso acontece em função da baixa hormonal. “O músculo é consumido e é exatamente o que vai fazer diferença na terceira idade é a qualidade muscular e a quantidade de exercício físico que foi feita até então pra ter uma melhor qualidade muscular.”

Diante desse desgaste, o Dr. Luiz afirmou que começam as dores em todas as articulações. “A gente vai perdendo a qualidade muscular, qualidade e quantidade, ou seja, força e massa muscular, isso acontece quando a gente vai ganhando idade”, finalizou.

Sobre o Dr. Luiz Felipe Carvalho

Dr. Luiz Felipe Carvalho é ortopedista especialista em coluna vertebral e medicina regenerativa. Já tratou grandes atletas como o tenista uruguaio Pablo Cuevas, o jogador de futebol Rodrigo Dourado e o Ferreirinha do Grêmio. Além do tenista Argentino naturalizado Uruguaio Pablo Cuevas que faz tratamento com célula tronco desde 2017 melhorando muito sua performance avançando no ranking desde então.

O Gaúcho possui um profundo conhecimento sobre os modernos procedimentos cirúrgicos da coluna vertebral e também trabalha com técnicas minimamente invasivas. É diplomado pela Academia Americana de Medicina Regenerativa (AABRM), e pelo grupo Latino Americano ORTHOREGEN. Atualmente está estruturando o serviço de Medicina Regenerativa no Blanc Hospital em São Paulo.