conecte-se conosco

Estilo e Vida

Confira 10 coisas para não fazer na hora de limpar o sofá e os estofados

Ana Lúcia

Publicado

em

No último ano o brasileiro teve a rotina completamente alterada e a pandemia trouxe uma nova realidade: adultos e crianças passaram a ficar mais tempo em casa, e os cuidados com a higiene pessoal e da limpeza do lar nunca estiveram tão em alta. Se adaptando ao novo cenário, muitas pessoas usam a internet em busca de dicas de limpeza para manter o sofá e outros móveis estofados livres de vírus, ácaros, manchas e sujeiras no geral, mas Eduardo Tafa, diretor operacional da Sofá Novo de Novo, alerta que muitas destas ideias não só não são eficientes, como podem prejudicar a peça. Entre as 10 coisas que você não deve fazer estão: 
  • Usar bicarbonato de sódio com vinagre: embora seja uma combinação coringa na limpeza de casa, é preciso ter cuidado com ela. A junção entre os ingredientes se transforma em acetato de sódio, um abrasivo que pode danificar os estofados.
  • Usar alvejante: como são produtos desinfestantes bastante poderosos, tendem a manchar os tecidos se não corretamente diluídos. Entre o sim e o não, é melhor não arriscar.
  • Passar água com sabão encharcando a peça: o sofá deve estar sempre seco, um objeto úmido pode acumular bolor, fungos e odores indesejados.
  • Deixar o estofado no sol: assim como a pele, os raios de sol também podem queimar e manchar o tecido.
  • Lavar somente as almofadas e não o sofá: para uma higienização completa, eficiente e com um acabamento impecável, é imprescindível uma limpeza completa no móvel, incluindo os objetos que compõem a decoração.
  • Deixar um estofado blindado na chuva ou em goteiras: exposto a umidade, a peça pode ser um habitat ideal para fungos e bactérias. Caso seja para a área externa da casa, existem modelos próprios para isso.
  • Deixar o sofá escorado na parede: a prática deve ser evitada para que o objeto não fique marcado com o decorrer do tempo. Caso ele fique escorregando, o segredo é usar ponteiras de silicone nos pés da peça.
  • Usar Politriz: também conhecida como polideira, é uma ferramenta elétrica que contém um disco giratório de baixa rotação. A ação sobre os móveis é proporcionar polimento e, se aplicado nos tecidos, pode danificá-los severamente.
  • Usar escovas de cerdas grossas: assim como determinados tipos de cerdas podem machucar a escovação bucal, nos estofados o princípio é o mesmo. Dependendo do material, cerdas grossas podem danificar o tecido da peça.
  • Usar perfumes ou amaciantes no sofá: para tirar o mau cheiro, o correto é uma limpeza periódica e com produtos específicos para estofados, assim é possível garantir uma higienização completa sem chance de manchar a peça.

Por se tratar de um bem que não se troca frequentemente, o cuidado com a manutenção do sofá é ponto chave para aumentar a vida útil da peça. A Sofá Novo de Novo desenvolveu um processo de blindagem, que pode aumentar em até três vezes a durabilidade do estofado por meio da nanotecnologia, as características originais do tecido não são alteradas. A rede mesmo antes da pandemia já tinha padrões de higiene e segurança bastante rígidos para entrar na casa dos clientes.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Rio começa a vacinar hoje crianças e gestantes contra gripe

Redação

Publicado

em

Por

O estado do Rio de Janeiro inicia hoje (19) a imunização de crianças, gestantes, puérperas e indígenas contra a gripe. A campanha começou na última quarta-feira (14), com a vacinação de profissionais que atuam em unidades de saúde. A previsão da Secretaria Estadual de Saúde é, até julho, imunizar 6,8 milhões de pessoas ou 90% dos grupos prioritários. A campanha é dividida em três etapas.

A segunda etapa, que se estende de 11 de maio a 8 de junho, focará em idosos com 60 anos ou mais e professores. Já a última etapa, de 9 de junho a 9 de julho, será voltada a pessoas com comorbidades e profissionais como caminhoneiros, rodoviários, profissionais de segurança etc.

Quem tomou a vacina contra a covid-19 precisa ficar atento ao intervalo entre as duas vacinas. Os imunizados com a CoronaVac podem tomar a vacina contra a gripe 15 dias depois da segunda dose. Já quem foi imunizado com a Oxford/AstraZeneca pode tomar a vacina contra gripe 15 dias depois da primeira dose.

Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

Link

Continue lendo

Saúde

SP abre vacinação dos profissionais de saúde a partir de 47 anos

Redação

Publicado

em

Por

Começa nesta segunda-feira (19) a vacinação do grupo prioritário formado por trabalhadores dos serviços da área de saúde com 47, 48 e 49 anos na capital paulista. O público-alvo é de cerca de 40 mil pessoas.

Trabalhadores dos serviços de saúde são todos aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. 

O grupo inclui os profissionais de saúde, com prioridade neste momento a médicos; enfermeiros/técnicos e auxiliares; nutricionistas; fisioterapeutas/ terapeutas ocupacionais; biólogos; biomédicos/técnicos de laboratório que façam coleta de RT-PCR SARS CoV2 e análise de amostra de covid-19; farmacêuticos/técnico de farmácia; odontólogos/ASB (auxiliar de saúde bucal) e TSB (técnico de saúde bucal; fonoaudiólogos; psicólogos; assistentes sociais; profissionais da educação física e médicos veterinários.

Toda a rede de vacinação da cidade – inclusive as 468 unidades básicas de Saúde (UBS) – está disponível aos públicos elegíveis da campanha, o que inclui pessoas de grupos prioritários anteriores que ainda não iniciaram ou completaram o esquema vacinal.

A Secretaria Municipal de Saúde alerta que, mesmo após a vacinação, as pessoas devem manter as regras de distanciamento social, o uso de máscaras e a lavagem constante das mãos. O uso de álcool em gel também segue indispensável.

A secretaria recomenda ainda que as pessoas busquem a vacina de maneira gradual, evitando aglomerações nos postos da capital e preenchendo o pré-cadastro no site Vacina Já, a fim de agilizar o tempo de atendimento para imunização.

Informações também podem ser obtidas acessando o link Vacina Sampa.

Ludmilla Souza – Repórter da Agência Brasil

Link

Continue lendo

Receitas

Como fazer Crumble de Maçã? Piraquê ensina truques para obter a crocância perfeita

Avatar

Publicado

em

O Crumble é um prato doce de origem britânica, feito com frutas picadas cobertas com uma massa especial, que é assada até que a cobertura fique crocante, resultando em uma experiência única de sabor. Aproveitando o período da safra da maça, que se estende até o mês de maio no Sul e Sudeste do Brasil, a Piraquê, marca premium de biscoitos, massas e torradas da M. Dias Branco, ensina como fazer um Crumble de Maçã.

O segredo do crumble, a farofinha usada na cobertura do doce, está no Biscoito Maizena Piraquê, que fará toda a diferença. O prato é servido quente, portanto, pode acompanhar uma bola de sorvete de baunilha, criando uma experiência sensorial diferente.

Gostou da dica? Confira abaixo a receita completa e saboreie com quem ama.

 

Crumble de Maçã

 

Ingredientes:
Para a massa:
200 g de Biscoito Maizena Piraquê triturado
150 g de manteiga em temperatura ambiente
1 colher de (chá) de canela em pó

Para o recheio:
1 colher (sopa) de amido de milho
Suco de 1 limão
5 maçãs sem casca, cortadas em cubos médios
½ xícara (chá) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó

Para o crumble:
100 g de Biscoito Maizena Piraquê
50 g de açúcar
100 g de manteiga fria cortada em cubos
50 g de amêndoas cruas picadas grosseiramente


Modo de Preparo
Para a massa:
– Em um recipiente, misture o biscoito, a manteiga e a canela até obter uma massa úmida.
– Forre o fundo e as laterais de uma forma redonda, de fundo removível, de 22,5 cm de diâmetro e refrigere.

Para o recheio:
– Dissolva o amido em 3/4 de xícara (chá) de água e limão.
– Em uma panela, leve os demais ingredientes para cozinhar, junto com o amido diluído por cerca de 10 minutos. Espere esfriar por completo.

Para o crumble:
– Reserve 5 biscoitos e pique grosseiramente. O restante processe até formar uma farinha grossa.
– Misture a farinha de biscoito e o açúcar em uma tigela. Acrescente a manteiga e misture com as mãos até obter uma massa arenosa. Coloque as amêndoas e o restante do biscoito.

Para a montagem:
– Com a base fria, recheie a torta com o recheio já frio e cubra com a farofa.
– Asse a 180 °C por cerca de 25 minutos até que o crumble fique crocante.


Rendimento:
 8 porções
Tempo de preparo: 60 minutos

Continue lendo

TENDÊNCIA