ViagensInternetRedes Sociais

Como o marketing digital pode ser um grande aliado do turismo em 2022

Como o marketing digital pode ser um grande aliado do turismo em 2022

Planejamento estratégico, campanhas e remarketing são algumas ferramentas úteis para a retomada do crescimento do setor 

O turismo foi um dos segmentos que mais sofreu com os efeitos da pandemia, e, por isso, reage com otimismo diante do retorno às atividades presenciais. Uma projeção feita pelo conselho mundial WTTC (World Travel and Tourism Council) para a América Latina aponta crescimento de 48,2% no segmento em 2022. Mas alcançar esses números exige planejamento e estratégias assertivas e rentáveis. 

 

Entre as consequências deixadas pelo período de distanciamento social, a que mais impacta o setor de viagens e hotelaria diz respeito aos hábitos do consumidor. Atualmente, quem planeja sair de férias ou viajar a trabalho procura na internet o melhor custo-benefício. De acordo com a pesquisa da Datareportal, 91,4% dos brasileiros pesquisam sobre produtos e serviços relacionados ao turismo nas plataformas online. 

 

Com os clientes cada vez mais conectados, as estratégias de captação e vendas não devem negligenciar o universo virtual. É nesse sentido que as ações de marketing digital se tornam pontes que articulam e fortalecem a relação do turismo com o seu público. Não é por acaso que existem técnicas específicas dentro do conceito “marketing turístico” para identificar e atender as necessidades do setor.  

 

Persona

Para conseguir uma boa performance através do marketing, é preciso ter uma persona bem definida. Persona, na linguagem publicitária, representa a criação semifictícia do cliente ideal. Para a sua elaboração, são considerados dados reais da base de clientes atendidos pela empresa do segmento, além de informações socioeconômicas, geográficas e comportamentais. Conhecer esse personagem é importante para saber como se aproximar, falar e envolver o público.

 

Presença digital

No cenário brasileiro, onde existem mais de 100 milhões de usuários no Facebook, YouTube, WhatsApp e Instagram, segundo relatório da We Are Social, em parceria com a Hootsuite, não se pode ignorar a necessidade de ter uma presença ativa na internet. Mais do que uma efetiva gestão das redes sociais, com foco em SAC 2.0, ainda é imprescindível para empresas de turismo o registro no Google e em sites de viagens e/ou hospedagem e a elaboração de um site próprio. 

 

Inbound Marketing 

Em comparação ao marketing tradicional, as ações que envolvem o Inbound Marketing costumam economizar 62% no custo de cada lead (captação de possível cliente). Por essa razão, essa técnica tem sido amplamente utilizada no marketing digital. Dentro dela, são utilizadas ferramentas como Search Engine Optimization (SEO) – que auxilia no ranqueamento e alcance dos materiais produzidos –, e-mail marketing, automação, landing pages e conteúdos ricos e de conversão. Junto do inbound marketing, também estão as campanhas e o marketing com influencers digitais, por exemplo. 

 

Campanhas

Quem não gosta de saber das principais ofertas como pacotes promocionais de viagens ou passagens aéreas em promoção quando se está planejando o próximo passeio? Por meio de campanhas pagas no Google Ads e no Social Ads, é possível impactar um novo público e aumentar o número de vendas. De igual maneira, as ações de remarketing proporcionam um bom retorno ao usar novos gatilhos e continuar aparecendo para pessoas que conhecem os produtos e serviços, mas ainda não fecharam a compra.  

 

É evidente que os instrumentos e as estratégias traçados em um planejamento de marketing digital conseguem impactar positivamente no desempenho das empresas turísticas. Por esse motivo, o retorno do crescimento do setor está alinhado com o potencial desse conjunto de técnicas. 

 

Amanda Mathias
Atua como assessora de imprensa, redatora e Link Builder na Conversion. Escreve sobre cidades, cotidiano, tecnologia, e-commerce e cultura.