Conecte-se conosco

BA

Com protocolos já definidos, Lauro de Freitas treina profissionais de saúde para aplicar vacina contra Covid-19 em crianças

Publicado

em

Com protocolos já definidos, Lauro de Freitas treina profissionais de saúde para aplicar vacina contra Covid-19 em crianças

Enfermeiros e técnicos de enfermagem de Lauro de Freitas que atuarão na imunização de crianças com idade entre 5 e 11 anos participaram, na manhã desta sexta-feira (14), da qualificação municipal que orientou quanto a forma correta da aplicação da vacina Comirnaty, da farmacêutica Pfizer, única liberada pela Anvisa para este público no Brasil. Ministrada no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), a capacitação foi facilitada pelos coordenadores da imunização municipal, com orientações repassadas pelo Ministério da Saúde.

Entre os pontos abordados estão o volume da injeção, que para as crianças deve ser de 0,2 ml, temperatura adequada e período correto para armazenamento dos frascos, e quantidade do diluente. “Os fracos com as vacinas destinadas aos pequenos têm a cor laranja, diferente dos destinados a adultos. Cada frasco possui até dez doses e a administração é preferencialmente feita no músculo deltoide (localizado no braço), tanto direito como esquerdo”, explicou a gerente de imunização da Sesa, Neila Pomponet.

Atenta às explicações, a técnica de enfermagem Crispiniana de Oliveira, disse que está preparada para essa nova etapa da imunização contra a Covid-19. “Atuo na vacinação contra essa doença desde o primeiro dia da aplicação das doses, em janeiro de 2021. Tenho pesquisado muito sobre a vacinação infantil e seguiremos firmes para continuar nossa luta em busca da proteção de todos”, contou.

Sentimento semelhante é o da técnica de enfermagem, Daiane Santos. “Nossas crianças devem ser protegidas contra essa doença. Seguiremos nossa missão com todo amor e dedicação como temos feito até aqui”, falou.

Estratégia já está definida

Em Lauro de Freitas, a estratégia para vacinação das crianças seguirá protocolos para evitar aglomerações. Para isso, o município abriu nesta quinta-feira (13), o cadastro dos pequenos que segue ativo até sábado (15) às 17h. No site da prefeitura (www.laurodefreitas.ba.gov.br), os pais ou responsáveis legais devem responder um questionário contendo perguntas como nome, idade e CPF das crianças. Na aba também é possível imprimir o Termo de Autorização e Responsabilidade pela vacinação contra a Covid-19. O Termo deve ser apresentado no ato da vacinação.

Além disto, a aplicação das doses será feita em locais distintos, separado da aplicação das doses em adultos, como orienta a norma técnica emitida pelo Ministério da Saúde. “Assim que os imunizantes chegarem para nós, iremos fazer o chamamento de forma escalonada seguindo os critérios de prioridade das crianças com deficiência ou comorbidades e em seguida por idade de forma decrescente. Os pais ou responsáveis legais terão que assinar o termo e apresentar junto com a documentação necessária para a vacina – documento de identificação, cartão SUS e comprovante de residência”, explica a coordenadora da Atenção Básica, Verusca Roseiro.

O intervalo entre a 1ª e a 2ª dose é de oito semanas. O imunizante apresenta mais de 90% de eficácia contra a evolução de casos graves da doença. A aplicação entre a vacina da Covid-19 e demais vacinas do calendário nacional de imunização devem respeitar o intervalo de 15 dias entre as doses. Após serem vacinadas, as crianças permanecerão no local em observação por vinte minutos. Em Lauro de Freitas, pouco mais de 18 mil crianças dentro desta faixa etária devem ser vacinadas.

 

Jornalista: Giovanna Reyner

Foto: Lucas Lins

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *