CLN doa 1,7 toneladas de alimentos para vítimas das chuvas no extremo sul baiano
0

Um mês se passou desde que fortes chuvas provocaram grandes estragos no extremo sul da Bahia, e muitas famílias afetadas continuam dependentes dos mantimentos mais básicos para retomarem suas vidas. Ao todo, 14.230 pessoas seguem precisando desse tipo de apoio, segundo a Associação de Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (AMURC).

Buscando ajudar estas famílias a Concessionária Litoral Norte (CLN), uma empresa do grupo Invepar, em parceria com a Uninassau, realizou uma ação de arrecadação de alimentos, além de itens de limpeza e higiene para às famílias que ainda estão em situação de vulnerabilidade nos municípios da região.

A ação foi possível graças a doações dos usuários nas praças de pedágio em que a CLN atua e contou também com a ajuda de colaboradores.  As doações recebidas se somaram às 170 cestas básicas doadas pela CLN. A entrega foi realizada à SOS Bahia – frente de ação formada com a finalidade de poder centralizar os esforços para ajudar as famílias prejudicadas pelas recentes chuvas.

O SOS Bahia já enviou 15 toneladas de alimentos às vítimas desde o início da campanha. Suprimentos foram encaminhados para Itamaraju e região, Ilhéus, Santa Cruz Cabrália, Itabuna, Aldeias Indígenas da região de Porto Seguro, Ubaitaba e outras.

“Unimos nossos esforços a uma rede de parceiros que se mobilizam para amenizar os impactos provocados pelas chuvas no extremo sul da Bahia. O cuidado com as pessoas é uma base do trabalho desenvolvido pela CLN e, sensibilizados pela situação daquela região, estendemos o nosso compromisso com as famílias que mais precisam deste apoio”, declara Luciano Moreira, diretor superintendente da CLN.

centralrbn

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar