Cantora e compositora sul-baiana, Eloah Monteiro, lança primeiro disco de sua carreira e aborda questões sociais, amor e autoestima
A artista ilheense Eloah Monteiro lançou, na última sexta-feira, dia 16 de abril, seu álbum de estreia, intitulado “Em Primeiro Lugar”. No dia mundial pelo cuidado com a voz, o projeto vem para celebrar o encontro da artista com sua principal ferramenta de empoderamento e transformação: cantar!

Com 12 faixas, o disco aborda de uma forma leve, e, muitas vezes descontraída, os dilemas amorosos, posições políticas e experiências que contribuem na construção da visão de mundo da artista.

Dona de uma musicalidade que vai da cantoria ao afoxé, passando pelo samba, blues e batidas  eletrônicas, Eloah Monteiro dá a volta por cima dos sentimentos de inferioridade e impotência provocados pelo preconceito e exalta a música da mulher negra sul-baiana. O nome do disco carrega o sentido de auto conhecimento, amor próprio e autoconfiança

“Ao longo da minha carreira, muitas vezes, me deixei levar pelos casos de preconceito e invisibilização que me atingiam, subestimando o poder e a repercussão que o meu trabalho tinha na vida das pessoas. Hoje tenho outra visão de sucesso, tenho o ‘melhor trabalho do mundo’ nas mãos e sinto que ganhei até mesmo de mim nessa luta contra o autoboicote. Estou ao lado das pessoas que acreditam na minha música, me coloquei ‘Em Primeiro Lugar’ e tudo se transformou”, diz a artista.
Com direção musical da também percussionista Ticiana Belmonte, baixo de Vanessa Chalup, e participações como a de Laís Marques, premiada como melhor intérprete do Festival Nacional da Canção em 2019, entre outros músicos de peso do Litoral Sul da Bahia. A captação foi realizada nos estúdios Canoa Sonora, Lukas Horus e Mr. Lagos, este último sendo responsável também pelos processos de mixagem e masterização do álbum.

Abordando muitas experiências pessoais, desde decepções diante do machismo, altos e baixos do amor para uma mulher preta, Eloah espera que o trabalho possa ser bem explorado.

“O disco tem canções atemporais, que precisam ser entregues também em outros momentos, em apresentações ao vivo, mesmo que online, e vai acontecer ainda este semestre. Participações em festivais, programas de TV, rádio também estão previstas. Vamos difundir este trabalho ao máximo, além de lançar um clipe inédito, previsto para o segundo semestre de 2021”, finaliza.

“Em Primeiro Lugar” tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.