0

Campeão peso-galo do Taura MMA, desde novembro do ano passado quando vencer Juan Gonzales por decisão majoritária, Douglas He-Man seria uma das atrações do próximo evento da organização que acontece no dia 23 de outubro.

Escalado para enfrentar Ary Farias, o gaúcho foi obrigado a se retirar do card devido a uma lesão nas costas ocasionada nos treinamentos. De olho no duelo que pode definir o seu primeiro desafiante na divisão dos galos, He-Man fez a sua aposta para o confronto entre Ary e seu substituto, Patrizio Tiradentes:

— Acho o Patrizio um cara bom, tem uma boa equipe, mas escalado de última hora, para lutar contra o Ary Farias que estava treinado para lutar 5 rounds, é complicado. Acho que dá Ary pelo camp que fez, mas o Patrizio também é um cara bom com certeza.

Somando 6 vitórias consecutivas na carreira, Douglas vive a sua melhor fase como profissional nas artes marciais mistas. Aos 37 anos, o atleta que se divide entre os treinos de MMA e o trabalho como pedreiro na região sul do país é um dos principais nomes da sua categoria no Brasil atualmente.

Com a saída Douglas do card do Taura MMA 10, rumores apontavam que o cinturão interino da categoria peso-galo fosse colocado em jogo, porém, isso não se concretizou, algo que o gaúcho vê como uma demonstração de respeito:

— Acredito que sim, foi uma demonstração de respeito, mas também não tinha muita lógica colocar um adversário que trouxeram de última hora para disputar o cinturão interino. Se tivesse que acontecer, que fosse com o primeiro do ranking que é o Gavião, como não foi ele, realmente não teria muita lógica — declarou o campeão peso-galo.

Especialista na arte suave, Douglas acumula uma das melhores marcas no quesito finalização na atualidade no país. Atleta da Infinity Fight Team, comandada por Thiago Magalhães, Douglas deve estar pronto para lutar apenas no início do próximo ano.

De olho nas grandes estrelas que o Taura MMA tem contratado, o gaúcho já tem o seu “alvo” definido para o futuro. De olho no que vai acontecer no Taura MMA 10, Douglas pretende defender o cinturão e se possível enfrentar Renan Barão no cage do evento, um ídolo do atleta desde os tempos de Ultimate:

— Com certeza lutar contra o Barão seria um sonho realizado, ele é um dos melhores atletas da minha categoria. Já foi campeão do UFC, então é uma coisa que agregaria muito ao meu nome lutar contra um cara como ele, que sou fã, mas que faria de tudo para vencer. Se preciso até subiria de divisão para lutar contra o Barão, mas apenas para enfrentá-lo, não de forma definitiva.

Campeão peso-galo do Taura MMA, “He-Man” tem nos seus planos para o futuro a possibilidade de descer de divisão, onde já se provou vencedor, quando derrotou Danijel Spoljaric na décima terceira edição do evento sérvio SBC (Serbian Battle Championship), em luta válida pela divisão dos moscas.

centralrbn

Ponte Preta vence Náutico no Recife

Artigo anterior

Vila Nova vence Manaus de virada

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Lutas