0

O Cadastro Escolar 2021 para a Educação Infantil, aberto pela Secretaria Municipal da Educação (Smed) na quarta (17), já registrava 5.368 crianças até a manhã desta sexta-feira (19). A iniciativa é voltada para crianças com idade entre dois e cinco anos, nascidas entre 1º/04/2015 a 31/03/2019, que estejam fora da escola ou não pertençam à rede municipal de ensino em Salvador.

O cadastramento segue aberto até o dia 2 de março. As famílias que desejam pleitear vaga nas creches e pré-escolas do Município, para este ano letivo, devem realizar a inscrição, preferencialmente por meio virtual, através do site da Secretaria Municipal da Educação (Smed), no endereço educacao. salvador. ba. gov. br.

Do total de inscritos, foram 1.615 cadastros no grupo de crianças com 2 anos de idade, 1.516 no de 3 anos, 1.318 no de 4 anos e 919 cadastros para o grupo de crianças de 5 anos. Os grupos são os anos de escolarização das crianças e, neste caso, a criança deve completar a idade correspondente a cada grupo até 31 de março.

“O cadastramento está ocorrendo com tranquilidade e dentro do previsto. Este processo é de extrema importância para que a Smed possa planejar a oferta nos diversos bairros, uma vez que os dados evidenciam antecipadamente a quantidade de turmas que devem ser abertas para atender a demanda da população. O Cadastro Escolar é um balizador para o planejamento a curto, médio e longo prazo”, explicou a coordenadora de Matrícula Escolar da Smed, Agda Cruz.

Presencial – O procedimento também pode ser realizado em qualquer unidade de ensino municipal, de segunda a sexta-feira, a partir das 8h. Para realizar o cadastro, é necessário o CPF do responsável, a certidão de nascimento da criança e o endereço de interesse completo, com CEP e numeração.

A Smed alerta ainda, que o cadastramento não é garantia de vaga. A efetivação da matrícula se dará em tempo oportuno para as crianças cadastradas que foram contempladas pela distribuição eletrônica de vagas.

Prioridade – Poderá pedir prioridade o público-alvo da educação especial (pessoa com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento e com altas habilidades / superdotação) e as crianças beneficiárias do Programa Bolsa Família ou que recebem Benefício de Prestação Continuada (BPC). Para isso, é necessário anexar documentos que comprovem a situação da criança no ato do Cadastro Escolar 2021.

Qualquer dúvida sobre a utilização do sistema virtual de cadastramento pode ser esclarecida através do 156 – Disque Salvador ou em qualquer unidade de ensino.

Foto: Jefferson Peixoto/Secom

centralrbn

Judô: Maria Suelen fatura primeira medalha do Brasil em 2021

Artigo anterior

LLARI lança disco com produção de Donatinho

Próximo artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BA