0

Desde 2010, quando começou a ganhar força no Brasil, o K-pop vem arrebatando mais fãs a cada dia. O sucesso desse fenômeno mundial que ganhou espaço no cinema, na tv, nas rádios e internet é tanto que estimulou diversos artistas brasileiros independentes a se inspirarem nessa proposta sul-coreana para realizar suas produções, dando origem a um novo movimento chamado B-pop.

Famosos pela combinação perfeita entre músicas contagiantes, coreografias elaboradas e visual marcante, os grupos de B-pop começaram a se popularizar por aqui em 2014, quando o primeiro boygroup desse formato, Champs, lançou a faixa “Dynamite”, antecipando os primeiros resultados que a influência K-pop traria para o Brasil.

Na época, os garotos do Champs não só apresentaram um conceito inspirado nas boybands de K-pop, como também gravaram seu clipe na Coreia do Sul, com direito a presença em diversos eventos de cultura asiática e até mesmo na tv aberta de lá.

Estimulada pelo crescimento do interesse do público em produtos musicais vindos do Oriente, nasceu a K.Ö. Entertainment, detentora de boa parte do catálogo de artistas nacionais que fazem B-pop, com suas músicas super dançantes, letras em português e um toque de brasilidade.

Um dos grupos femininos que embarcou nessa tendência é o EVE, que teve a primeira aparição no web reality “Idol School” promovido pela produtora em 2018, que contou com as participações das youtubers Thais Midori e Thais Genaro.

Lançado em 2018, o primeiro single das garotas, “Fogo e Ar,” chegou a 2 milhões de visualizações no YouTube, seguido do hit “Oy Mama” (https://www.youtube.com/watch?v=uncf8v4Jh4w) feito em parceria com a rapper sul coreana NaDa. Somados aos outros lançamentos, o EVE já alcançou mais de 7 milhões de visualizações na plataforma de vídeos, número que deve crescer ainda mais com o lançamento de “Power”, um novo hit que acabou de desembarcar na rede (https://youtu.be/tpnUfqqui0o /)

Outra aposta do K.Ö. Entertainment junto a esse público é o Paradyzo, grupo vocal misto que em 2020 estreou com o single “Boomerang” (https://www.youtube.com/watch?v=YAtRCSWC1-w ), teve uma participação especial em “Dale Dale”, música de divulgação da terceira temporada do web reality “Idol School” realizado pela K.Ö., e lançou o EP autoral “Éden”, repleto de teorias, diversidade e impacto visual em suas peças de divulgação (https://open.spotify.com/album/0ETNdIZt4qq1OGqs1DkG4b)

O cantor Richardson Hotz, ex-vocalista do Champs, é outro talento da K.Ö estilo B-pop. Com um repertório recheado de canções românticas e videoclipes cheios de história e atuação, como o hit Eu Tentei Mentir“ (https://www.youtube.com/watch?v=N_rdikcuQbo), ele está finalizando seu novo trabalho com estreia prevista para abril.

Além de atuar em vários segmentos culturais, uma das bases da K.Ö, é o B-Pop, que apesar de independente, vem crescendo ao entregar para o público coreografias bem colocadas, belos vocais, batidas fortes e uma sensação de representatividade. Ele dá aos moldes do K-pop um ritmo e uma identidade brasileira cheia de carisma e força para mostrar o interesse dos fãs pelo gênero que move a geração mais globalizada e digital já vista.

Ana Lúcia

Covid-19: novas restrições no Rio são preventivas, afirma prefeito

Artigo anterior

Curta! e Curta!On exibem produções sobre grandes mulheres brasileiras e estrangeiras no Dia Internacional da Mulher

Próximo artigo

COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar