Conecte-se conosco

Saúde

A importância da arginina no combate ao cansaço

Publicado

em

(Crédito: iStock)

Aminoácido presente em diversos alimentos possui propriedades que reduzem fadiga

Ficar cansado após um longo dia de trabalho ou uma sessão intensa de atividades físicas é diferente de se sentir cansaço o tempo todo. Essa falta de energia constante é chamada de fadiga e, geralmente, está ligada a alguma doença ou deficiência nutricional, então isso reforça a importância de termos uma alimentação balanceada e com uma grande diversidade de alimentos.

Carboidratos, proteínas, lipídeos, minerais e vitaminas são os responsáveis por produzir energia para nosso corpo, então, sempre que estamos nos sentindo “sem forças”, provavelmente, o problema está ligado à falta de algum ou de vários desses nutrientes. Porém, quando o assunto é cansaço excessivo, pouca gente se lembra da arginina, um aminoácido considerado não essencial, mas que ainda desempenha um papel importante no combate à fadiga.

A arginina está presente em alimentos ricos em proteínas e, resumidamente, diminui o consumo de glicose dos músculos, poupando mais energia e reduzindo a fadiga muscular. Além disso, o aminoácido também combate a amônia presente no sangue – uma substância produzida após exercícios muito intensos, que, quando em grandes quantidades, se torna tóxica. Somente o fígado não é capaz de eliminar toda a amônia do organismo, então, muitas vezes, ela pode se espalhar para outros órgãos e comprometer suas funções.

Os benefícios da arginina vão além: ela também fortalece o sistema imunológico, renova o colágeno da pele, melhora a circulação sanguínea e favorece o crescimento muscular. Mesmo oferecendo todas essas vantagens, o aminoácido não é um componente essencial para o funcionamento do nosso organismo, então ainda é possível viver normalmente sem ele. Porém é claro que vale bastante a pena consumi-lo com certa frequência.

Nosso corpo produz arginina naturalmente, mas apenas a quantidade necessária para os processos orgânicos envolvidos. Para aumentar essa dose, é recomendado incluir alimentos como queijo, presunto, pão integral, feijão preto, nozes, aveia, cacau e uva passa na dieta. A variedade de alimentos é alta, então é possível estabelecer um cardápio bem variado, sem ficar repetitivo.

A arginina também é vendida em forma de suplemento, sendo muito utilizada entre aqueles com uma rotina de exercícios físicos mais intensa. Quem preferir pode substituir a alimentação pela suplementação, mas lembre-se sempre de consultar um médico especializado antes de iniciar o consumo. Dessa forma, você consegue combater a fadiga do seu dia a dia e ainda melhora vários outros aspectos relacionados à sua saúde.

Atua como assessora de imprensa, redatora e Link Builder na Conversion. Escreve sobre cidades, cotidiano, tecnologia, e-commerce e cultura.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda PODCAST RBN

TENDÊNCIA