conecte-se conosco

Clip

Mariana Milani estreia em carreira solo com o single e clipe “Outro Mundo”

Ana Lúcia

Publicado

em

Depois de transitar por MPB, jazz, rock e bossa-nova e ter participado de projetos e de álbuns de artistas como Jonathan Ferr, Léo Middea e Cícero, a cantora carioca Mariana Milani dá os primeiros passos de sua trajetória solo com o single e clipe “Outro Mundo”. A faixa é uma composição de Luthuly Ayodele feita especialmente para a artista e conta com produção de Lux Ferreira (Duda Beat) e Carlos do Complexo (Yoún).

Ouça “Outro Mundo”: https://smarturl.it/OutroMundoSingle

Assista ao clipe: https://youtu.be/X4xKzHaUuPM

Quando recebeu “Outro Mundo” de presente, Mariana participava do projeto solo experimental de Lux Ferreira, Prisma de Mim Mesmo, onde canta duas músicas. Sem dúvidas sobre quem gostaria que produzisse a faixa, ela convidou Lux, que por sua vez trouxe Carlos do Complexo, parceiro na produção e nome em ascensão entre os beatmakers da nova geração.

“Foi na parceria dos dois que a música ganhou corpo. O Lux foi cirúrgico na leitura da canção. A letra traz uma certa melancolia que pedia que não fôssemos tanto pela estética pop, mas ao mesmo tempo tanto ele quanto eu trazemos o pop como influência. O embrião da música era o jongo, elemento da cultura afro-brasileira, conversando com os synths do Lux. O Carlos trouxe os beats levando a música pra um outro lugar. Quando nos reunimos pra fechar a música, todos sentimos falta de algum elemento. Tomamos a decisão  de adicionar cordas. Então trouxemos o Pedro Franco, Pablo Arruda e Guilherme Pimenta pra dar esse toque orgânico à faixa. Foi a melhor decisão. A música ganhou uma outra dimensão. Foi parar no Outro Mundo”, resume Mariana.

O single vem para coroar uma trajetória iniciada ainda no início da adolescência. Com uma infância altamente musical cultivada em casa, Mariana estreou nos palcos aos 11, como atriz, e cantando, aos 13. A veia artística foi herdada do avô, o ator e músico Francisco Milani, cuja carreira começou aos 14 anos, forjando maioridade para trabalhar em bares como pianista clássico. Como símbolo dessa herança, a cantora tem hoje sob seus cuidados o piano do avô.

Mesclando as referências recebidas em casa – de jazz e MPB – com as suas próprias descobertas musicais, Mariana começou sua primeira banda ainda aos 18 anos, com quatro amigas para tocarem indie rock. Com seu projeto seguinte, expandiu os horizontes ao longo de 5 anos, quando desenvolveu uma voz como compositora em faixas nunca lançadas. A próxima fase viria com um grupo de jazz manouche, cantando standards. Com esse trabalho, realizou mais de 80 shows, incluindo a abertura de uma apresentação de Elza Soares no Copacabana Palace. Mariana deixou o grupo quando se mudou para Lisboa, onde residiu por um ano. Desde então, vem desenvolvendo seu lado autoral e descobrindo sua identidade na como artista solo.

Durante todo esse período, Mariana Milani teve grandes encontros musicais. Ainda na escola, conheceu Cícero, de quem produziu os clipes “Tempo de Pipa” e “Açúcar ou Adoçante”. Em 2019, gravaram juntos a faixa “Falso Azul”, presente no álbum “Cosmo”, o mais recente do cantor carioca. A artista também fez a abertura de um dos primeiros shows de Rubel, no Teatro Solar (Rio de Janeiro). Por meio das redes sociais, seus caminhos se cruzaram com os de Jonathan Ferr, pianista que chamou atenção com o álbum “Trilogia do Amor” e onde Mariana canta uma música. Posteriormente, Ferr seria atração de palcos como Rock in Rio e Montreaux Jazz Festival. Além disso, Milani se apresentou ao lado de nomes como Carlos Malta, Zeppa Souza e Sexteto Sucupira.

Com o primeiro single de sua carreira solo, Milani começa a revelar a gama de influências e estilos que a trouxeram até aqui, mas sem abrir mão de mostrar uma identidade íntima e pessoal. Após projetos coletivos, álbuns de outros artistas e até trilhas sonoras, como é o caso de Rua Augusta, série da TNT, agora Mariana Milani faz de “Outro Mundo” a apresentação de uma nova sonoridade e uma fase prolífica de lançamentos. Outros singles estão em produção para serem revelados ainda este ano.

Ouça “Outro Mundo”: https://smarturl.it/OutroMundoSingle

Assista ao clipe: https://youtu.be/X4xKzHaUuPM

Ficha técnica

Música

Composição: Luthuly Ayodele

Produção Musical: Lux Ferreira e Carlos do Complexo

Gravado no estúdio Playground

Violoncelo: Pablo Arruda

Violão: Pedro Franco

Violino: Guilherme Pimenta

Piano: Lux Ferreira

Mixagem e masterização: Pedro Garcia

Clipe

Realização: Monstera Criativa

Direção, Arte e Fotografia: Zéca Vieira e Maria Clara Miranda

Assist. e still: Victor Rodrigues

Figurino: Tauane Luzes

Ass. figurino: João Marcos

Beauty: Marcos Weverthon

Ass. Beauty: Cael Braids

Platô: Vitor Vanzan

Arranjos florais: Ateliê Rosa Floral

Jóias: Luisa Velludo

Looks: Ventana, Haight, Junior Costa, Pulse, Power Look

Apoio: Tapí Tapioca

Acompanhe Mariana Milani:

http://www.instagram.com/_mariana.milani

https://youtube.com/channel/UCbR2G0GOaNbXa6mtYKmVrJA

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clip

Vou Zuar lança segundo volume para o projeto “Pagodin do Vou Zuar”

Avatar

Publicado

em

Chegou às plataformas digitais nesta sexta-feira (16), “Pagodin do Vou Zuar, Vol. 2”, novo álbum do grupo Vou Zuar, dando continuidade ao projeto “Pagodin do Vou Zuar”. O segundo volume conta com todas as faixas já lançadas nos EPs homônimos, reunidas em um álbum completo, no qual será possível conferir sucessos que marcaram gerações, regravações em versões atuais, além de músicas inéditas.

Ouça “Pagodin do Vou Zuar, Vol. 2”

O novo projeto ganha um destaque maior ao listar as suas participações. Grandes nomes do segmento, além de colaborações de artistas em evidência abrilhantam o mesmo. O grupo teve a honra e felicidade de receber: Suel, Xande de Pilares, Chininha, TH dos Anjos e Emiliah.

Vou Zuar conta com mais de 130 milhões de visualizações no YouTube, incluindo o primeiro volume do projeto “Pagodin do Vou Zuar”, com faixas como “Teu Segredo”, “Duvido”, “Meu Talismã” e “Utopia”, além de participações como Thiago Soares e Anderson Leonardo.

“Pagodin do Vou Zuar, Vol. 2” chega para reunir família, amigos e todos aqueles que curtem um bom pagode com a veia que só o grupo Vou Zuar tem. O álbum está disponível nas plataformas digitais via ONErpm e o vídeo das faixas “Fica / Dez a Dez” está disponível no YouTube.

Assista “Fica / Dez a Dez”

Continue lendo

Clip

Com nomes como MC Leozinho Zs e MC Caverinha, Beco Filmes lança o projeto “Favela Canta”

Avatar

Publicado

em

O projeto “Favela Canta, Parte 1” consistiu na produção de um material exclusivo de artistas convidados para realizar um DVD para o canal da Beco Filmes. O cenário foi um galpão, mostrando um pouco das vivências e trabalhos de MC’s de sucessos do passado e da atualidade.

Ouça “Favela Canta, Parte 1”

Foram realizadas apresentações individuais de músicas que relatam a cultura do funk, sucessos de artistas renomados e algumas inéditas, assim como artistas promissores com real potencial para serem novas revelações do funk. A gravação foi realizada respeitando os protocolos de segurança contra o COVID-19.

O projeto já havia sido idealizado por Jonathan Alves, fundador da Beco Filmes, em meados de 2020. A partir do início de dezembro do mesmo ano, foi dado início a produção de “Favela Canta”. Ao todo, foram selecionados 25 artistas, são eles: MC Leozinho Zs, MC Caverinha, MC Rita, MC Talibã, MC Kauan, MC Di Magrinho, MC Joãozinho Vt, MC Mãozinha, MC Renatinho e Alemão, MC v7, Jhef, MC Keke, Biel Cash, Clisman, MC Scodelli, MC Dinho da VP, Lu MC, MC Dino do Morrão, MC Lil, MC Lip Sheik, MC menor Pl, MC Mk do Mdj, MC Paçoca, MC Pk e MC Dan da Capital.

“Favela Canta” é dividido em 6 partes, com 10 músicas e 10 artistas diferentes. O lançamento do primeiro volume do projeto foi nesta sexta-feira (16), em todas as plataformas digitais, junto ao vídeo de MC Leozinho Zs, com a faixa “Vários Abandona”, no canal oficial da Beco Filmes no YouTube.

O novo álbum da Beco Filmes, “Favela Canta, Parte 1”, está disponível nas plataformas digitais via ONErpm.

Assista “Vários Abandona”

Continue lendo

Clip

Zerky lança novo single “Later”

Avatar

Publicado

em

Depois do sucesso de “Dark Side” e “Doses and Mimosas”, músicas que o artista fez em colaboração com Vintage Culture, Zerky lança seu novo single “Later”. A faixa traz as principais características do artista, que apresenta algo novo em sua discografia.

Ouça “Later”

Carregando influências do vocal R&B, “Later” conta com um break de trap, misturado perfeitamente com o 124 BPM. A faixa traz um sentimento energético e esperançoso, que nos faz acreditar em um novo horizonte, uma nova visão de futuro, mesmo que ainda seja “tarde”.

Com suporte de diversos DJs conceituados, Zerky vem se consolidando como um dos principais produtores de nu disco e indie dance do Brasil, acumulando parcerias com grandes nomes como Vintage Culture, Dubdogz e Liu.

O novo single de Zerky, “Later”, está disponível nas plataformas digitais via ONErpm e o visualizer da faixa está disponível no YouTube.

Assista “Later”

Continue lendo

TENDÊNCIA